12 mortes violentas, entre homicídios e acidentes movimentam plantão policial na região do Cariri no final de semana

PUBLICIDADE
25 maio 2015
Henrique da Baixada foi morto na noite de sexta-feira em Crato. FOTO: ARQUIVO PESSOAL

Henrique da Baixada foi morto na noite de sexta-feira em Crato. FOTO: ARQUIVO PESSOAL

Subiu de quatro para 12 o número de mortes violentas na comparação dos dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram cinco em acidentes de trânsito, três homicídios, três suicídios e uma morte por causa indeterminada. Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, foram três corpos de Crato, dois de Potengi, outros dois de Mauriti e os demais de Juazeiro do Norte, Milagres, Várzea Alegre e Caririaçu e uma ossada humana proveniente de Jardim

 

Por volta das 18h30min Luiz Ignácio Filho, de 50 anos, morreu em um acidente no Km 86 da CE-292 no município de Potengi. Ele residia em São Paulo e tinha vindo visitar parentes que residem na Rua Santa Luzia (Bairro Muriti) em Crato. Àquele trecho da rodovia estadual encontra-se em obras e o seu carro teria batido de frente contra um rolo compactador causando a morte imediata.

 

Uma hora e meia depois Cícero Henrique dos Santos Bernardo, de 15 anos, o “Henrique da Baixada” foi morto a tiros na Rua Professora Rosa Ferreira Nobre do Conjunto Vitória Nossa no Seminário em Crato. Ele morava na Rua Sargento George Teles Sampaio da chamada Vila Torta naquele bairro e estava seguindo para sua residência quando foi surpreendido pelos disparos de revólver calibre 38 efetuados por dois homens que trafegavam em uma moto de cor preta. O menor era testemunha de dois homicídios

 

Já por volta das 21 horas ainda de sexta-feira morreu em um dos leitos do Hospital São Francisco de Crato o agricultor Francisco Cândido Silva, de 53 anos, que residia na Rua Morrinhos na zona rural de Potengi. Ele teria ingerido veneno quando terminou socorrido por parentes para o hospital, onde faleceu.

 

Às 9 horas de sábado foi encontrado o corpo de Antonio Pereira de Souza, de 57 anos, que residia na Rua Romero Gomes Dantas, 11 (Bairro Seminário) em Crato. Ele praticou o suicídio por meio de enforcamento. Uma hora depois populares encontraram uma ossada humana no Sítio São João na zona rural de Jardim. O fato foi comunicado à polícia que esteve no local e acionou o rabecão a fim de recolher ao IML. No local, ninguém comentou sobre alguém desaparecido nos últimos dias.

 

Por volta das 02h30min deste domingo na Avenida Castelo Branco perto do cruzamento com a Avenida Ednir Mendonça (Tiradentes) em Juazeiro, o gari Cícero de Medeiros Lima, de 40 anos, que residia na Rua das Flores, 2240 (João Cabral), morreu em acidente de trânsito. Ele pilotava sua moto Honda Titan de cor preta e bateu na lateral de um Voyage de cor cinza que puxava reboque com equipamentos sonoros após show numa churrascaria das imediações. Cícero morreu no local e sua companheira identificada por “Miriam” foi socorrida em estado grave ao Hospital Regional. O motorista Jeffersom Queiroga Guimarães, de 35 anos, foi conduzido à Delegacia e autuado em flagrante para responder por homicídio culposo.

 

Às cinco horas ainda da madrugada deste domingo foi encontrado na BR-116 o cadáver da jovem Iranir Vieira de Souza, de 22 anos, que estava perto de uma ponte nas imediações da Vila Padre Cícero no município de Milagres. Ela residia no Sítio Nazaré e tinha ido participar de uma festa no centro da cidade quando, provavelmente, terminou atropelada e morreu na rodovia federal.

 

Meia hora depois o estudante Erlanio Rodrigues de Oliveira Júnior, de 22 anos, que residia na Rua São Cristóvão, 383 (Bairro Alto da Penha) em Crato, estava dormindo quando dois homens chegaram em uma moto, arrombaram a porta de sua casa e o mataram com quatro tiros. Ele tinha inimigos no bairro Muriti onde morava anteriormente e se mudou para o Alto da Penha. Segundo a polícia, a vítima respondia por crimes de roubo, porte de arma branca e era suspeita de envolvimento em um homicídio.

 

Por volta das 15 horas de domingo no Sítio Caraíbas (Distrito de Canindezinho) no município de Várzea Alegre, o agricultor Geovani Barros da Silva, de 44 anos de idade, que era alcoólatra, praticou o suicídio por meio de enforcamento. O corpo foi encontrado por familiares e o fato comunicado à polícia, sendo levado ao IML de Iguatu.

 

Às 16 horas, na estrada que liga Mauriti ao Distrito do Coité à altura do Sítio Estrema, foi registrada uma colisão de motos resultando nas mortes dos pilotos. Os agricultores Cicero Carlos de Sousa, de 29, residia na Rua São Francisco 254 (Distrito de Umburanas) conduzia uma moto Honda Bros vermelha e morreu no local, enquanto José Jardel Almeida da Silva, de 21 anos, que morava no Bairro Bela Vista, ambos em Mauriti, guiava uma Honda CG 125 prata e faleceu no hospital local. A mãe de Jardel, Maria Luzanira de Almeida, vinha na garupa da moto do filho e foi socorrida em estado grave ao hospital.

 

Duas horas após, porém no Sítio Novo em Caririaçu, Antonio Marcos Santana Costa, de 18 anos, o “Marquinhos de Bião” que residia no Sítio Faustino na zona rural daquele município, foi morto com um tiro. Segundo populares, ele tinha ameaçado de morte o dono do bar onde se encontrava e este ficou com medo das juras após discussão. A vítima já tinha passagens pela polícia por crime de ameaça e o corpo estava ao lado de um revólver calibre 38 com cinco cartuchos intactos e um deflagrado.

 

Agência Miséria

Comentários