Acidente no VLT do Cariri deixa feridos em Crato

Acidente no VLT do Cariri deixa feridos em Crato

PUBLICIDADE
5 jun 2019

Um acidente no VLT do Cariri deixou quatros pessoas feridas no final da manhã desta quarta-feira (05). O acidente ocorreu por volta do meio dia quando o Veículo Leve sobre Trilhos estava chegando na última estação, que fica na cidade do Crato. O metrô passou do ponto final e bateu em uma barreira de contenção que existe na praça onde fica localizada a estação final.

 

O acidente aconteceu na Estação Crato, ponto final do VLT do Cariri. Três pessoas feridas foram levadas ao hospital.

 

Foram acionadas três viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e uma ambulância da prefeitura. As vítimas estão sendo levadas para o Hospital São Raimundo, que fica próximo ao local do acidente. Ainda não se sabe o motivo do acidente, mas uma passageira que não quis se identificar relatou que “o metrô passou direto” e que talvez o problema tenha sido nos freios do veículo.A vítima caiu no momento da batida, mas passa bem, porém, uma de suas amigas foi levada ao hospital.

 

Francisco Ribamar, socorrista e bombeiro civil, presenciou o momento que aconteceu o impacto. “Não sabia o que tinha acontecido com o pessoal de dentro do transporte e vim prestar socorro. Falaram que tinha uma senhora caída, mas quando adentrei no trem tinha mais, pelo menos três feridos”, afirmou o homem que deu suporte às vítimas e ligou para as ambulâncias.

 

O metrô já foi retirado do local e levado para a garagem, onde passará por reparos. Em nota, a Cia Cearense de Transportes Metropolitanos informou que prestou de imediato toda a assistência necessária aos passageiros feridos no acidente e acompanha o estado de saúde de cada uma delas. As causas do acidente estão sendo apuradas.

 

Fique por dentro

 

Neste ano, o VLT do Cariri completa 10 anos na região. A implantação do equipamento custou R$ 26 milhões ao Governo do Estado. O Veículo Leve sobre Trilhos do Cariri possui 13,6 km de extensão e nove estações (Fátima, Juazeiro do Norte, São Pedro, Teatro, Antônio Vieira, São José, Muriti, Padre Cícero e Crato), integrando as cidades de Juazeiro do Norte e Crato, com deslocamentos realizados por meio de dois VLTs com capacidade para 330 passageiros cada.

 

As máquinas usadas no Cariri não são da categoria Euro III. Elas são movidas a diesel e possuem emissão de CO2 semelhante a um ônibus. No entanto, com capacidade para 330 passageiros cada, se sobressaem dos ônibus, que transportam cerca de 50 passageiros.

 

Fonte: Diário do Nordeste

Comentários