“Aquiconectados” mostra o antes e o depois da enchente no Rio Salgado; confira vídeo

PUBLICIDADE
29 jan 2016

O grande volume de chuvas registrado na região do Cariri durante o mês de janeiro mudou completamente a paisagem, além de melhorar significativamente a situação hídrica, bastante comprometida, por conta das sucessivas estiagens, que já perduram por quatro anos por todo o Estado do Ceará.

 

 

Barragem do sitio Creoulas, zona rural de Aurora, antes e depois da enchente. FOTO: RENATO BRITO

Barragem do sitio Creoulas, zona rural de Aurora, antes e depois da enchente. FOTO: RENATO BRITO

 

Em Aurora; a chegada das águas fazendo barragens do Rio Salgado transbordarem trouxe muita alegria aos que a muito tempo esperavam este momento.

 

A euforia da população pôde ser percebida nos mais diferentes localidades por onde as águas chegaram com abundância.

 

Além de transformarem totalmente a paisagem, devolvendo o verde e colorindo lugares antes marcados pela vegetação seca. FOTO: RENATO BRITO

Além de transformarem totalmente a paisagem, devolvendo o verde e colorindo lugares antes marcados pela vegetação seca. FOTO: RENATO BRITO

 

Além de transformarem totalmente a paisagem, devolvendo o verde e colorindo lugares antes marcados pela vegetação seca, característica da maior parte do ano da caatinga, as chuvas renovaram as esperanças do homem do campo, que continua sonhando com uma quadra invernosa boa, e consequentemente acreditando em uma boa safra.

 

Rio Salgado completamente seco. FOTO: RENATO BRITO

Rio Salgado completamente seco. FOTO: RENATO BRITO

 

Nas fotos abaixo é possível ver as mudanças no cenário, comparando o antes e o depois da chegada das águas no Rio Salgado, na barragem do sítio Creoulas, situada a aproximadamente 6 km da sede do município. Os registros foram feitos pelo repórter fotográfico Renato Brito no sábado (23/01) antes da enchente e no domingo (24/01) pós chegada das águas.

 

Abaixo, é possível sentir a força da água e conferir um flagrante feito pela nossa equipe: no momento em que fazíamos algumas imagens do local, surgiu uma canoa, que provavelmente foi arrastada pela correnteza, após um bom tempo sem uso.

 

CONFIRA O VÍDEO:

 

 

Da Redação

Comentários