Assassino do Sargento se vestiu de mulher para enganar a polícia, mas foi preso em Crato

Assassino do Sargento se vestiu de mulher para enganar a polícia, mas foi preso em Crato

PUBLICIDADE
7 nov 2014
Cícero Jefferson Martins, de 18 anos, o “Cicinho Caroço”, acusado de ter assassinado o Sargento do Ronda do Quarteirão, Franciê Rodrigues Lopes, de 36 anos. (Foto: Reprodução/Whatsapp)

Cícero Jefferson Martins, de 18 anos, o “Cicinho Caroço”, acusado de ter assassinado o Sargento do Ronda do Quarteirão, Franciê Rodrigues Lopes, de 36 anos. (Foto: Reprodução/Whatsapp)

Finalmente a polícia de Crato prendeu o jovem acusado de ter assassinado o Sargento do Ronda do Quarteirão, Franciê Rodrigues Lopes, de 36 anos, no final da manhã da última terça-feira (4) durante assalto na Farmácia Gentil. Por volta das 15h30min Cícero Jefferson Martins, de 18 anos, o “Cicinho Caroço” se dirigia para a Rodoviária de Crato usando uma peruca e vestido de mulher, onde embarcaria para Petrolina. A prisão dele se deu em frente ao número 260 da Travessa Potengi no bairro Seminário com uma bolsa contendo suas roupas.

 

Na Delegacia de Crato ele ainda negou ter morto o Sargento, mas, depois, terminou confessando em meio a muitas contradições e o fato da estranha indumentária. Segundo a polícia, Cicinho estaria refugiado na casa de uma pessoa conhecida como “Cicínho Traficante” no bairro onde foi preso, mas reside no Pinto Madeira. Ele estava sendo procurado desde o assalto que culminou na morte do policial militar, durante o qual seu comparsa Gledson Ferreira Santana, de 19 anos, saiu baleado na mandíbula.

 

“Cicinho Caroço” se dirigia para a Rodoviária de Crato usando uma peruca e vestido de mulher, onde embarcaria para Petrolina. (Foto: Reprodução/Whatsapp)

“Cicinho Caroço” se dirigia para a Rodoviária de Crato usando uma peruca e vestido de mulher, onde embarcaria para Petrolina. (Foto: Reprodução/Whatsapp)

 

Este mora na Rua José Lopes de Oliveira, 265 (João Cabral) em Juazeiro do Norte e segue internado sob escolta da polícia no Hospital Regional do Cariri, onde foi submetido a uma cirurgia. Cicinho Caroço, ainda segundo a polícia, é envolvido em furtos, roubos, usuário de drogas e até suspeito de um homicídio. No dia 22 de agosto do ano passado ele ainda era menor de idade quando foi apreendido na Rua Coronel Luiz Teixeira no centro de Crato.

 

Ele e mais dois jovens trafegavam em uma moto Honda Fan de cor preta e placa NVB-8496, inscrição do Ceará, pilotada por Diego Medeiros Sanguinetti, de 26 anos. Este mora no apartamento 301 do Edificio Guima situado na Rua Soriano Albuquerque, 100 (bairro Pimenta) e conduzia no bolso três cartuchos calibre 38 intactos, uma pequena quantidade de maconha e um celular. Na época, segundo a polícia, este teria jogado fora um revolver do mesmo calibre com outros cinco cartuchos intactos, mas os PMs encontraram a arma.

 

Já o garupeiro Vítor Morais Pereira, de 18 anos, mora na Rua Direita, 29 (Centro), enquanto o ocupante da moto era Cicinho Caroço o qual estava com outro revolver calibre 38 tendo seis cartuchos intactos, além de mais seis sobressalentes no bolso da bermuda. O menor conduzia ainda um aparelho celular, uma mochila de cor preta com um notebook, R$ 100,00 em dinheiro e mais 12 papelotes de cocaína.

 

Agência Miséria

Comentários