ASSISTA: divulgado teaser do filme aurorense “Os Olhos de Alice”

ASSISTA: divulgado teaser do filme aurorense “Os Olhos de Alice”

PUBLICIDADE
18 jul 2017

Conheça o filme:

Texto publicado no site: http://www.itaocararj.com.br

 

Foto: Jonatan Augusto

 

Alice é uma menina saudável e pura, logo após seu nascimento, sua mãe falece e o seu pai interpretado por “Marcos Wainberg” começa a beber e ficar cada vez mais violento. Logo, a convivência de pai e filha torna-se insuportável.

 

Teaser

 

 

Alice, a protagonista interpretada pela atriz “Luanna Oliveira” que mora em Natal (Rio Grande do Norte) e se deslocou para Aurora para fazer parte do filme. Ela começa a sofrer abuso sexual do pai e se torna cada vez mais frequente.

 

Ela acaba acreditando que os abusos fazem parte da relação pai e filha, que seu dever é obedecer. Tornando a violência de certa forma natural. Entretanto não deixa de ser desconfortável essa relação monstruosa que vai crescendo cada vez mais, e consequentemente a culpa pela morte da mãe e a angústia e medo do pai, onde os abusos já não são questionados.

 

Os moradores da cidade pequena que possuem conhecimento sobre a violência faz com que o caso fique cada vez mais escondido.

 

Até que Alice atinge a adolescência, nos seus 16 anos, o pai já não tem dinheiro suficiente para gastar com suas futilidades, pois trabalha apenas fazendo alguns bicos, mas não tendo uma renda fixa.

 

Então ele começa a comercializar sua própria filha no bar do Aloísio personagem vivido pelo ator “Miguel Nader” .

 

Os “Olhos de Alice” é um filme forte, que fala sobre estupro e prostituição e principalmente pelo sistema pesado da filha ser violentada pelo próprio pai. O que acontece muito, nas cidades dos interiores e também nas cidades grandes.

 

O filme apesar do conteúdo forte e de certa forma repugnante não deixa de abordar e alertar a importância da denúncia que deve ser feita nessas situações e em qualquer outro tipo de violência.

 

Aborda uma história que serve para alertar o expectador de que a prostituição ilegal e a violência sexual está presente em todos os âmbitos, mesmo dentro de casa. Que apesar do conteúdo não deixa de abordar o drama, a esperança e a coragem de que a violência pode ser denunciada e consequentemente chegar ao seu fim.

 

Uma problemática vivida por muitas famílias.

 

Alice é comercializada pelo cafetão no interior do bar, onde acontece uma casa de prostituição com várias meninas, e assim o cafetão vai lucrando e o seu pai também, com o uso da venda do corpo da própria filha.

 

Então ela se apaixona por um rapaz que se chama Nelson um rapaz muito humilde, do bem e boa índole, interpretado por Lamarck Dias.

 

Nelson se apaixona por Alice e percebe que ela precisa de ajuda e se disponibiliza para ajuda-la.

 

As filmagens terminaram a poucos dias e o lançamento do filme está previsto para dezembro de 2017.

 

Um cinema altamente independente, feito na cidade de Aurora no interior do Ceará, onde teve a participação dos moradores. A cidade da um grande pontapé e que sirva de estimulo para outras cidades, que façam também outros filmes.

 

“Miguel Nader relata que fez um cinema com muito amor, com muita garra, sem dinheiro nenhum envolvido, trabalhando a autoestima, vendo a união das pessoas, fazendo com que as pessoas perceberem que são capazes, que podem e que é possível.”

 

Miguel diz: “Quem quer dá um jeito, quem não quer da desculpa”

 

O objetivo inicial é apresentar o filme na região e nos Festivais pelo Brasil e pelo o mundo a fora.

 

Autor da obra: Lamarck Dias
Diretor: Daniel Rizzi “que já fez mais de 60 filmes”
Produtora: Cheyenne Alencar
Roteiro: Alan Marinho e Lamarck dias

Comentários