ÁUDIO: Dr. Idemário Oliveira analisa o impeachment da Presidente Dilma e afirma que grande erro do governo foi utilização do termo “golpe”

PUBLICIDADE
13 maio 2016

A Presidente da República Dilma Roussef foi afastada de suas funções por um período de 180 dias. O ato de afastamento foi consolidado na manhã desta quinta-feira (12) após o plenário do Senado Federal aprovar por 55 votos a favor e 22 contra, a abertura do processo de impeachment contra ela.

 

Por aproximadamente 45 minutos Dr. Idemário foi entrevistado pelos radialistas Pedro Guedes e Renato Brito. Foto: Danilo Freire

Por aproximadamente 45 minutos Dr. Idemário foi entrevistado pelos radialistas Pedro Guedes e Renato Brito. Foto: Danilo Freire

 

No dia 17 de abril a presidente já havia perdido a votação na Câmara dos Deputados, quando recebeu 367 votos favoráveis ao prosseguimento do processo de impeachment e 137 contrários ao prosseguimento da matéria.

 

Com isso, o Vice-presidente Michel Temer – PMDB assumiu imediatamente o comando do Executivo, mesmo que interinamente, já que a presidente Dilma será submetida posteriormente a um novo julgamento que definirá seu afastamento definitivo ou não.

 

Michel Temer assume o comando do Executivo até o encerramento do processo. Na próxima votação; para aprovar o impeachment é preciso maioria qualificada (dois terços dos senadores), o que equivale a 54 dos 81 possíveis votos.
Como o assunto mexe com o país inteiro, o “Jornal da Sol Nascente”, da Sol Nascente FM recebeu na edição desta quinta-feira (12) a fim de falar sobre o assunto, o Dr. Idemário Oliveira, renomado advogado e professor da Universidade Federal de Campina Grande – UFCG.

 

Para Dr. Idemário, o momento por qual passa o país [afastamento da presidente Dilma Roussef] é de preocupação. Segundo ele, no entanto, apesar de o momento ser de dificuldades, por outro lado, nos remete a esperança. “… a população brasileira está absolutamente dividida. Há um lado que diz Dilma e diz golpe e outro lado que diz impeachment e de legítimo. O grande erro por parte desta propositura da presidente Dilma foi atribuir o questionamento golpe.

 

Por aproximadamente 45 minutos Dr. Idemário foi entrevistado pelos radialistas Pedro Guedes e Renato Brito.

 

Confira o áudio da entrevista abaixo:

 

 

Comentários