Bancada do Ceará fica dividida em votação da denúncia contra Michel Temer

PUBLICIDADE
3 ago 2017

Palácio do Planalto conseguiu, por 264 votos , com duas abstenções e 19 ausências, o arquivamento da denúncia por corrupção passiva contra o presidente Michel Temer (PMDB). A bancada do Ceará na Câmara, composta por 22 deputados, ficou dividida na votação.

 

 

Onze deputados votaram a favor da denúncia e contra Michel Temer, ou seja, votaram “Não” ao parecer do deputado Abi-Ackel (PSDB), contrário à admissibilidade da denúncia. Outros nove deputados votaram “Sim”, a favor do Planalto.

 

No entanto os deputados Adail Carneiro (PP), ausente devido à licença médica, e Raimundo Gomes (PSDB) , não votaram, beneficiando Michel Temer, já que a obrigação de atingir os 342 votos necessários para a denúncia seguir adiante era da oposição.

 

Votaram a favor do arquivamento:

 

Aníbal Gomes (PMDB)
Danilo Forte (PSB)
Domingos Neto (PSD)
Genecias Noronha (SD)
Gorete Pereira (PR)
Macedo (PP)
Moses Rodrigues (PMDB)
Paulo Henrique Lustosa (PP)
Vaidon Oliveira (DEM)

 

Votaram contra o arquivamento:

 

André Figueiredo (PDT)
Ariosto Holanda (PSB)
Cabo Sabino (PR)
Chico Lopes (PCdoB)
Zé Airton (PT)
José Guimarães (PT)
Leônidas Cristino (PDT)
Luizianne Lins (PT)
Odorico Monteiro (PSB)
Ronaldo Martins (PRB)
Vitor Valim (PMDB)

 

Ausente:

 

Raimundo Gomes (PSDB)

Adail Carneiro (PP)

 

Fonte: Ceará News7

Comentários