Banco do Brasil planeja aposentar 18 mil, fechar 402 agências

Banco do Brasil planeja aposentar 18 mil, fechar 402 agências

PUBLICIDADE
21 nov 2016
As mudanças devem ocorrer ao longo de 2017.O BB também fechará 28 superintendências regionais de varejo e três de governo, dentre as 140 ( FOTO: MIGUEL PORTELA )

As mudanças devem ocorrer ao longo de 2017.O BB também fechará 28 superintendências regionais de varejo e três de governo, dentre as 140 ( FOTO: MIGUEL PORTELA )

O Banco do Brasil (BB) vai detalhar nesta segunda-feira, em coletiva de imprensa, um plano de reestruturação da instituição que reduzirá o número de agências e oferecerá um plano de aposentadoria incentivada para até 18 mil funcionários. Estimativas obtidas pelo Broadcast, do Grupo Estado, apontam uma economia total de, aproximadamente, R$ 2,7 bilhões em 2017 somando a redução da estrutura física, corporativa e de pessoal, no caso de a adesão ao incentivo da aposentadoria antecipada chegue a 10 mil funcionários. O Diário do Nordeste falou na noite de ontem com a assessoria da Superintendência da instituição financeira no Ceará, mas, a informação obtida foi que mais detalhes sobre o plano só hoje. A reportagem tentou entrar em contato com o presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará, Carlos Bezerra, para comentar a questão, mas as ligações não foram atendidas até o fechamento da edição.

 

Comunicado da CVM

 

Segundo comunicado ao mercado divulgado no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o BB fechará 402 agências em todo o País e transformará outras 379 em postos de atendimento ao longo do próximo ano. A economia anual com o enxugamento da estrutura é estimada pelo BB em R$ 750 milhões, sendo R$ 450 milhões da nova estrutura organizacional e R$ 300 milhões de redução de gastos com transporte de valores, segurança, locação e condomínios, manutenção de imóveis, entre outras despesas.

 

Estrutura atual

 

Atualmente, o BB conta com 5.430 agências e 1.791 postos de atendimento. O banco também fechará 28 superintendências regionais de varejo e três de governo de um total de 140.

 

Em comunicado ao mercado, o BB informou que haverá revisão e redimensionamento da estrutura organizacional em todos os níveis: direção geral, superintendências, órgãos regionais e agências.

 

Em relação às agências, o BB afirmou que a rede “será reorganizada de forma a adequar-se ao novo perfil e comportamento dos clientes, com o aproveitamento de sinergias, a otimização de estruturas e a ampliação de serviços digitais, sem comprometer a presença do BB nos municípios em que atua”.

 

Serão criados 34 escritórios digitais e ampliados os 12 que já existem O Banco do Brasil não fechará agência em município onde só o banco atua.
Incentivo à aposentadoria

 

Aos funcionários, o banco oferecerá um plano de incentivos para até 18 mil empregados aposentarem-se antecipadamente. Os servidores que aderirem ao plano receberão 12 salários mais indenização pelo tempo de serviço, que vai de um a três salários.

 

Redução na jornada

 

Além disso, a instituição financeira ampliará o número de funcionários com jornada de seis horas de trabalho. A expectativa é que 6 mil funcionários gradativamente troquem a jornada de oito para a de seis horas. Depois, só os cargos gerenciais ficarão com jornada de oito horas. O BB conta atualmente com 109.159 funcionários. Tanto o plano de aposentadoria como a redução de jornada são voluntários.

 

No segundo semestre deste ano, o lucro do BB foi de R$ 2,465, depois de atingir R$ 3,008 bilhões em igual período do ano anterior: queda de 18%.

 

Fonte: Diário do Nordeste

Comentários