Burocracia impede a implantação de medidas contra desperdício de água em Aurora

Burocracia impede a implantação de medidas contra desperdício de água em Aurora

PUBLICIDADE
7 dez 2016
Açude Cachoeira. FOTO: Divulgação

Açude Cachoeira. FOTO: Divulgação

A preocupante situação do Açude Cachoeira foi discutida na tarde desta terça-feira (06) em reunião promovida pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Social (CMDS).

 

Participaram da reunião o prefeito Adailton Macedo, secretários municipais, os vereadores Osasco Gonçalves e Cícero de Nequinho (este último eleito em 02 de outubro), líderes sindicais, representantes da Cagece local, o Gerente Regional da Cogerh – Alberto Medeiros de Brito e a Analista do Núcleo de Gestão da Cogerh, Rossana Câmara.

 

O prefeito Adailton Macedo lamentou o atual quadro hídrico do reservatório e lembrou que em 19 de março de 2015 expôs ao Governador Camilo Santana a gravidade do problema do município, requerendo do chefe do executivo estadual a necessidade de construção de uma adutora, no entanto, só agora em 2016 as obras foram iniciadas e até o momento não se encontra em operação.

 

O Gerente Regional da Cogerh admitiu ter recebido várias reclamações de desperdício de água, no entanto, afirmou a liberação se faz necessária atender a demanda da Cagece. Segundo Alberto Medeiros a vazão liberada pelo reservatório prevalece em 50 l/s, de segunda à sexta e de 30 l/s aos finais de semana.

 

 

O secretário de Agricultura e Recursos Hídricos – José Dácio de Souza saiu da reunião satisfeito com as discussões e a participação dos presentes, no entanto, lamentou que na prática, a burocracia impeça a imediata aplicação de medidas que possam amenizar o quadro hídrico, como a cobrança de uma taxa junto aos usuários que excedam determinado volume ou modificação da vazão ora em atividade.

 

Segundo o Portal Hidrológico do Ceará, o açude Cachoeira atingiu nesta quarta-feira (07) menos de 8% de sua capacidade, exatos 7,95%, o que equivale a dois milhões e setecentos e trinta mil metros cúbicos de água.

 

A previsão é que o reservatório feche 2016 com um volume de cerca de 7,2%.

Comentários