Cadeiras quebradas na Arena causam prejuízo de R$ 45 mil ao Palmeiras

PUBLICIDADE
29 jul 2014

Após uma vistoria realizada na tarde desta segunda-feira, o Corinthians contabilizou 258 assentos quebrados no setor de visitantes de sua nova Arena no clássico contra o Palmeiras, domingo. Cada cadeira tem o custo de R$ 175, totalizando um prejuízo de R$ 45.150,00, valor que será bancado pelo Palmeiras. O clube alviverde se comprometeu a arcar com os danos causados no estádio.

 

Corinthians contou 258 assentos quebrados no setor de visitantes, em Itaquera (Foto: GloboEsporte.com)

Corinthians contou 258 assentos quebrados no setor de visitantes, em Itaquera (Foto: GloboEsporte.com)

 

Além dos assentos quebrados, o clube encontrou um secador de mãos danificado em um dos banheiros da Arena. O número de cadeiras danificadas corresponde a mais de 10% dos torcedores palmeirenses no jogo de domingo – foram 2 mil ingressos.

 
Um representante do Palmeiras foi convidado a acompanhar a vistoria. De acordo com a assessoria de imprensa alvinegra, o procedimento é praxe. Enquanto os clubes calculam os gastos com o vandalismo, alguns torcedores do Palmeiras se gabam nas redes sociais de terem destruído o patrimônio corintiano. O clube alviverde pretende cobrar dos vândalos que forem identificados.
A partir desta terça-feira, a empresa responsável pelos assentos da Arena Corinthians vai providenciar a troca das unidades danificadas. O próximo jogo do Timão no local é dia 17 de agosto, contra o Bahia, pelo Campeonato Brasileiro.

 
Em nota oficial, o Palmeiras assumiu o prejuízo e reiterou que vai tentar identificar os autores do vandalismo para que sejam devidamente responsabilizados. O presidente Paulo Nobre lamentou o comportamento daqueles que chama de maus torcedores.

 
Confira a íntegra da nota:

 
“O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, vem a público lamentar o comportamento de alguns maus torcedores que estiveram presentes no setor destinado ao clube no clássico de ontem.

 
Conforme acordado antes da partida, a Sociedade Esportiva Palmeiras assumirá o prejuízo. Envidaremos esforços para identificar os autores para que sejam devidamente responsabilizados.

 
Agradecemos o empenho do 2o. Batalhão de Choque da Polícia Militar de São Paulo na condução do esquema de segurança no jogo de ontem.

 
Ficamos muito gratos por terem garantido a integridade física dos palmeirenses que se dirigiram ao estádio. Entendemos que atitudes como esta, que priorizam o bem-estar dos torcedores, podem fazer com que mais pessoas voltem a frequentar esses ambientes esportivos.”

 

GloboEsporte.com

 

Comentários