Câmara vota projetos e aprova conta de governo do prefeito Adailton Macedo por unanimidade

PUBLICIDADE
17 ago 2014
Os Projetos de Lei votados em caráter de urgência, com dispensa de pareceres das comissões competentes foram: 031/2014, 032/2014 e 033/2014. (Foto: Renato Brito)

Os Projetos de Lei votados em caráter de urgência, com dispensa de pareceres das comissões competentes foram: 031/2014, 032/2014 e 033/2014. (Foto: Renato Brito)

12:01 – Com quatro ausências, a Câmara municipal de Aurora realizou neste sábado (16/08) sessão ordinária, onde várias matérias, como requerimentos e projetos foram pautadas pelo presidente da Casa, o vereador Chico Henrique e deliberadas.

 

Meio as votações estiveram três projetos do executivo que deram entrada com pedido de urgência, além do processo 7.349, que refere-se a prestação de Conta de Governo, da Prefeitura Municipal de Aurora, referente ao ano 2010, portanto de responsabilidade do atual gestor Adailton Macedo, que marcou presença à sessão.

 

Os Projetos de Lei votados em caráter de urgência, com dispensa de pareceres das comissões competentes foram: 031/2014, 032/2014 e 033/2014. Dois deles tratam da criação de cargos de provimento efetivo a serem convocados do último concurso público realizado no município. O primeiro cria um cargo de Assistente Social, o segundo; cria três cargos de motorista, categoria D, para suprir necessidade, pelo fato de ter chegado recentemente mais três veículos – um caminhão e dois ônibus escolares no município, já o terceiro visa a realização de convênio junto a Escola de Saúde Pública do estado do Ceará, com o intuito de que a referida instituição realize posteriormente uma seleção pública para Agentes Comunitários de Saúde – ACS, a fim de contemplar áreas descobertas existentes em Aurora.

 

O quarto projeto de autoria do executivo nº 034/2014 denomina o futuro Teatro Municipal de Aurora, de Poeta Francisco Leite Serra Azul, este seguiu para as comissões.

 

ESCLARECIMENTOS

A secretária do Trabalho e Assistência Social, Bernadete Gonçalves pontuou dados técnicos e condições de trabalho, respondendo em seguida a questionamentos do vereador Osasco. (Foto: Renato Brito)

A secretária Bernadete Gonçalves pontuou dados técnicos e condições de trabalho, respondendo em seguida a questionamentos. (Foto: Renato Brito)

Convocada pelo vereador Osasco a prestar esclarecimentos sobre seu trabalho, principalmente a frente de alguns questões, a secretária do Trabalho e Assistência Social, Bernadete Gonçalves pontuou dados técnicos e condições de trabalho, respondendo em seguida a questionamentos do vereador Osasco, único a indagar a chefe da pasta. Meio aos questionamentos, o prefeito Adailton Macedo interviu em defesa da secretária, quando ela foi questionada pelo vereador quanto a doações. Segundo Adailton é preciso combater políticas passadas e explicou que não basta apenas doar, algumas pessoas andaram comercializando doações feitas pela prefeitura, disse Adailton.

 

CONTA APROVADA

Os sete edis presentes à sessão aprovaram por unanimidade e sem discussões o processo

Os sete edis presentes à sessão aprovaram por unanimidade e sem discussões o processo 7.349, que refere-se a prestação de Conta de Governo. (Foto: Renato Brito)

Os sete edis presentes à sessão aprovaram por unanimidade e sem discussões o processo 7.349, que refere-se a prestação de Conta de Governo. (Foto: Renato Brito)

7.349, que refere-se a prestação de Conta de Governo, da Prefeitura Municipal de Aurora, referente ao ano 2010, de responsabilidade do prefeito Adailton Macedo. A referida conta veio com parecer favorável do TCM e por isso não houveram motivos para defesa, segundo o próprio prefeito, que, no entanto agradeceu a cada um pelo entendimento.

 

A sessão deste sábado também ficou marcada por demonstrações de afeto e pesar por algumas perdas ocorridas nos últimos dias, tanto em âmbito local, quanto nacional.

 

PERDAS

Os vereadores lembraram na esfera local, das mortes de Juraci Saraiva, reconhecidamente um dos grandes defensores da cultura, sobretudo da poesia nordestina, Marlene Melo – jovem Agente Comunitária de Saúde de apenas 25 anos que veio a óbito e de Edval Cândido, ex-vereador do legislativo aurorense que também faleceu a poucos dias.

 

A morte do presidenciável Eduardo Campos em acidente aéreo também foi lembrada pelos vereadores e pelo prefeito, todos foram unânimes em dizer que o país como um todo perdeu muito com sua morte, perda irreparável disseram.

 

Da Redação

Comentários