Carreta de 23 metros emperra no centro de Aurora e paralisa trânsito

PUBLICIDADE
12 ago 2015

Da Redação -às 14:42h

 

Centenárias, algumas ruas da cidade de Aurora tem se tornado recentemente cada vez mais estreitas para motoristas, tais como os que dirigem veículos de grande comprimento, utilizados para transportar máquinas e materiais usados na construção da Ferrovia Transnordestina, que concentra parte dos seus serviços neste momento eu largo trecho do município.

 

No local uma carreta de 23 metros de extensão, com 3,20 metros de largura, que transportava uma máquina tentou fazer uma curva sem sucesso e acabou emperrando na via. FOTO: RENATO BRITO / AQUICONECTADOS

No local uma carreta de 23 metros de extensão, com 3,20 metros de largura, que transportava uma máquina tentou fazer uma curva sem sucesso e acabou emperrando na via. FOTO: RENATO BRITO / AQUICONECTADOS

 

O mais recente fato que evidenciou essa necessidade de artérias mais largas se deu por volta das 14h desta quarta-feira (12.08), bem no centro da cidade, na “Beira Fresca”, entroncamento que liga os Bairros, Vila Paulo Gonçalves, Centro/Araçá e Bairro São Benedito.

 

No local uma carreta de 23 metros de extensão, com 3,20 metros de largura, que transportava uma máquina tentou fazer uma curva sem sucesso e acabou emperrando na via, paralisando todo o trânsito na área por alguns instantes. Sem obter sucesso, o motorista do veículo precisou seguir outro destino para mais adiante fazer a curva e retornar no sentido contrário.

 

Agentes do Demutran, comandados pelo Sargento Da Silva precisaram intervir para controlar o fluxo de veículos no local.

 

São constantes cenas como esta neste ponto citado. São vários veículos de grande porte trafegando na sede e na zona rural de Aurora.

Comentários