Ceará já utiliza sistema que facilita bloqueio de aparelhos celulares roubados

PUBLICIDADE
24 abr 2017

Cadastro Nacional de Estações Móveis Impedidas (Cemi) é supervisionado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel)

O Ceará é um dos estados brasileiros que assinaram termo de adesão ao Cadastro Nacional de Estações Móveis Impedidas (Cemi), um sistema que facilita o bloqueio de aparelhos roubados, furtados ou extraviados. Com o Cemi, o registro para o bloqueio do aparelho passa a ser realizado pelas policias estaduais participantes do Cadastro e pela Polícia Federal.

 

O Cadastro Nacional de Estações Móveis Impedidas é supervisionado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), operado pela ABRTelecom e implementado pelas prestadoras da telefonia móvel. Em 2015, a Anatel estabeleceu o Grupo de Trabalho do Cemi para evoluir o sistema já existente à época.

 

Dessa forma, se implantou um ambiente online que permite às polícias fazer o registro dos terminais roubados, furtados ou extraviados diretamente na base de dados do Cadastro. A facilidade implantada também vale para comerciantes, distribuidoras ou fabricantes de celular, que tiveram sua carga roubada e não precisam, então, contatar as prestadoras móveis para o bloqueio, bastando contatar o órgão de segurança habilitado.

 

De acordo com a Anatel, além do Ceará, São Paulo, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Rio de Janeiro e Roraima já utilizam o Cemi.

 

Fonte: Ceará News7

Comentários