Detento é executado a tiros momentos após sair da cadeia pública de Caririaçu

Detento é executado a tiros momentos após sair da cadeia pública de Caririaçu

PUBLICIDADE
30 jun 2016

Um homicídio foi registrado por volta das 06h30min da manhã desta quinta-feira em Caririaçu se constituindo no segundo do mês de junho e o sexto de 2016 naquele município, onde cinco pessoas tombaram mortas no decorrer do ano passado. O detento José Carlos de Menezes, de 35 anos, que residia no Distrito de Valencia, tinha acabado de deixar a cadeia pública após o pernoite quando foi executado com cinco tiros sendo a maioria na cabeça e tórax.

 

Detento foi executado a tiros momentos após sair da cadeia pública de Caririaçu (Foto: Cícero Valério/ Agência Miséria)

Detento foi executado a tiros momentos após sair da cadeia pública de Caririaçu (Foto: Cícero Valério/ Agência Miséria)

 

Ele cumpre pena no regime semi aberto por conta de um homicídio em Campinas (SP) e depois que saiu do cárcere andou cerca de 20 minutos. Quando passava na Avenida João Davi de Oliveira (Bairro Bico da Arara) foi atocaiado e alvejado a tiros. Zé Carlos ainda tentou correr, mas tombou alguns metros depois. Uma patrulha comandada pelo Sargento Jusceildo e com o apoio dos Soldados Duarte, Robson e Stefanio diligenciou sem o êxito de localizar os assassinos que teriam fugido numa motocicleta.

 

O último assassinato em Caririaçu ocorreu na noite do dia 22 de junho com o diagnóstico da morte cerebral do aposentado Adauto Félix dos Santos, de 63 anos, que residia no bairro Bico da Arara. No dia 6 de junho ele foi espancado a pauladas em frente à sua residência a exemplo da esposa Maria Lopes dos Santos, de 61 anos, que teve o braço fraturado. O acusado é o sobrinho dela e ex-presidiário Flávio Lopes Rogelino, de 36 anos, que continua foragido.

 

Fonte: Agência Miséria

Comentários