Dilma vai liberar novo trecho da Transnordestina, em passagem por Lavras da Mangabeira

Dilma vai liberar novo trecho da Transnordestina, em passagem por Lavras da Mangabeira

PUBLICIDADE
25 ago 2015

Diário do Nordeste – A presidente Dilma Rousseff (PT) chega ao Ceará na próxima sexta-feira (28), pela primeira vez desde que foi reeleita, com promessas de acelerar as obras da ferrovia Transnordestina. Em passagem por Lavras da Mangabeira, na região sul do Estado, Dilma assinará a ordem de serviço do lote 4 da obra, que terá 50 quilômetros de extensão, ligando Acopiara a Piquet Carneiro.

 

De acordo com o presidente da Transnordestina Logística (TLSA), o ex-ministro Ciro Gomes, o trecho custará R$ 300 milhões. FOTO: CID BARBOSA / DIÁRIO DO NORDESTE

De acordo com o presidente da Transnordestina Logística (TLSA), o ex-ministro Ciro Gomes, o trecho custará R$ 300 milhões. FOTO: CID BARBOSA / DIÁRIO DO NORDESTE

 

De acordo com o presidente da Transnordestina Logística (TLSA), o ex-ministro Ciro Gomes, o trecho custará R$ 300 milhões. Ele apontou que o fluxo da obra pediria R$ 200 milhões por mês, mas, como o País está enfrentando dificuldades econômicas, ficou acordado o repasse de metade desse montante. “Refiz o cronograma e a obra poderá ser entregue até junho de 2018”.

 

A ferrovia está com 51% das obras concluídas, com cerca de 650 quilômetros de ferrovia instalados do total de 1.753 quilômetros previstos e em torno de seis mil operários e 2.300 máquinas pesadas em atividade.

 

Segundo Ciro, do total de operários, 2.500 se concentram no trecho de Missão Velha a Acopiara. “Para terminar o trecho do Ceará (Missão Velha – Pecém), a gente vai precisar de R$ 3,7 bilhões, até junho de 2018”.

 

Segundo o líder do Governo na Câmara dos Deputados, o deputado federal José Guimarães (PT), a obra é estratégica para o Nordeste, interligando os portos do Pecém, no Ceará, do Suape, em Pernambuco e do Itaqui, no Maranhão, além do cerrado do Piauí, no município de Eliseu Martins. “Vai garantir não só a ligação entre essas quatro áreas importantes, como também uma integração econômica decisiva para o Nordeste”, pontuou.

 

Minha Casa, Minha Vida

 

A presidente ainda entregará, na sexta-feira, unidades habitacionais do programa federal Minha Casa, Minha Vida (MCMV) em Caucaia. Conforme o Diário do Nordeste informou na última sexta-feira (21), atrasos de repasses de R$ 160 milhões pelo Governo a cerca de 30 construtoras podem gerar a demissão de 20 mil trabalhadores no Estado, caso os pagamentos não sejam realizados até o fim do mês.

 

A presidente Dilma Rousseff também deverá passar pela Capital como parte da série de fóruns regionais da iniciativa Dialoga Brasil, com objetivo de discutir e auxiliar na elaboração do Plano Plurianual 2016/2019 do governo federal, já tendo passado pelo Maranhão, Pernambuco e Bahia. De acordo com Guimarães, ainda não há local definido para a realização do encontro “Dialoga Ceará”.

Comentários