Dois estudantes de Aurora estão entre os 980 cearenses que serão premiados na Olimpíada de Matemática

Dois estudantes de Aurora estão entre os 980 cearenses que serão premiados na Olimpíada de Matemática

PUBLICIDADE
4 dez 2015

A 11ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) premiou cerca de 980 alunos da rede pública estadual com medalhas de ouro, prata, bronze e menção honrosa.

 

Para garantir as premiações, os alunos precisaram passar por duas etapas.

Para garantir as premiações, os alunos precisaram passar por duas etapas.

 

E o município de Aurora figura nesta lista, com a presença de dois alunos que conquistaram medalha de bronze. Um deles é o estudante da Escola de Ensino Infantil e Fundamental Antônio Landim de Macêdo, pertencente à rede municipal de ensino, Weverton Cleiton, que cursa o 7º ano do ensino fundamental e o segundo, Francisco Guilherme Lobo Brilhante, aluno do 3º ano do ensino médio da Escola de Ensino Profissionalizante Leopoldina Gonçalves Quezado, da rede estadual de ensino.

 

Para garantir as premiações, os alunos precisaram passar por duas etapas. A primeira fase ocorreu em 2 de junho, com provas aplicadas e corrigidas nas próprias escolas inscritas na OBMEP. Já em 12 de setembro, ocorreu a segunda etapa, aplicadas por fiscais selecionados pela coordenação geral do certame.

 

Alunos do 6º ao 9º ano de Ensino Fundamental e estudantes do Ensino Médio das redes municipal, estadual e federal de todo o País participam da Olimpíada, concorrendo aos prêmios de acordo com sua classificação nas provas. Em 2015, mais de 300 mil candidatos participaram das provas. Eles foram divididos em três níveis, de acordo com o seu grau de escolaridade.

 

Aqueles que conquistaram medalhas serão convidados a participar do Programa de Iniciação Científica (PIC 2015), que será realizado no decorrer de 2016. Professores, escolas e secretarias municipais de Educação dos alunos participantes também concorrem a prêmios.

Comentários