Domingos Filho é eleito presidente do TCM

Domingos Filho é eleito presidente do TCM

PUBLICIDADE
1 dez 2016
O candidato derrotou o grupo apoiado por Camilo Santana e os irmãos Cid e Ciro Ferreira Gomes

O candidato derrotou o grupo apoiado por Camilo Santana e os irmãos Cid e Ciro Ferreira Gomes

O conselheiro Domingos Filho foi eleito presidente do Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará (TCM-CE) na manhã desta quinta-feira, 1º. Em uma disputa apertada, ele conquistou quatro votos, um a mais que Hélio Parente, e assumirá o posto hoje ocupado por Francisco Aguiar. O mandato tem duração de dois anos com possibilidade de reeleição.

Manoel Veras, também em disputa apertada, derrotou o candidato a reeleição Ernesto Sabóia e foi escolhido vice-presidente. Pedro Ângelo conquistou o posto de corregedor do Tribunal. O cargo é, atualmente, ocupado pelo conselheiro Hélio Parente.

A eleição ocorreu em meio a acirramento de ânimos do grupo dos irmãos Cid e Ciro Gomes (ambos do PDT) com o de Domingos Filho, hoje liderado publicamente por seu filho, o deputado federal Domingos Neto (PSD). A animosidade acontece em virtude da disputa pela presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (AL-CE), que ocorre nesta quinta. Enquanto o grupo de Domingos apóia Sérgio Aguiar (PDT) – filho de Chico Aguiar -, o grupo ligado aos Ferreira Gomes, incluindo o governador Camilo Santana (PT), trabalha pela reeleição de Zezinho Albuquerque (PDT). Parlamentares como o prefeito eleito de Sobral Ivo Gomes (PDT) acusam conselheiros do TCM de interferir na disputa. Francisco Aguiar e Domingos Filho negam.

Derrota dos Ferreira Gomes

A eleição ocorreu um dia após o rompimento do grupo dos irmão Cid e Ciro Gomes (ambos do PDT) com o grupo de Domingos Filho, hoje liderado por seu filho, o deputado federal Domingos Neto (PSD). O racha aconteceu em virtude da disputa pela presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (AL-CE).

Enquanto o grupo de Domingos apóia Sérgio Aguiar (PDT) – filho de Chico Aguiar -, o grupo ligado aos Ferreira Gomes, incluindo o governador Camilo Santana (PT), trabalha pela reeleição de Zezinho Albuquerque (PDT). O segundo mandato como presidente da Casa teria sido uma condição para que Zezinho desistisse de suceder Cid Gomes, abrindo espaço para Camilo. Parlamentares como o prefeito eleito de Sobral Ivo Gomes (PDT) acusam Francisco Aguiar e Domingos Filho de interferir na disputa. Os dois negam.

Perfil

Domingos Filho, bacharel em Direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC), ingressou na política em 1992, como deputado estadual. Em 2011, foi escolhido por Cid Gomes como seu companheiro de chapa na busca pela reeleição para governador. Em 2014, seu nome era apontado como um dos que entrariam na disputa pelo Palácio da Abolição.

A indicação de seu nome para o TCM – cargo vitalício com vencimentos e benefícios equivalentes aos de desembargador – foi apontada como uma forma de abrir caminho para outro candidato e ainda assim manter a aliança com seu grupo político. Além do filho deputado, ele também é casado com a atual prefeita de Tauá, Patrícia Aguiar (PMB).

 

Fonte: Diário do Nordeste

Comentários