Duas pessoas morreram em uma explosão de uma fogueteria em Lavras da Mangabeira

Duas pessoas morreram em uma explosão de uma fogueteria em Lavras da Mangabeira

PUBLICIDADE
20 out 2015

Uma tragédia foi registrada por volta das 9 horas desta segunda-feira no município de Lavras da Mangabeira. A explosão de uma fogueteria deixou o saldo de duas pessoas mortas e outra gravemente ferida, além da destruição de três imóveis vizinhos e um enorme susto junto à população da área central da cidade. Uma das vítimas fatais foi identificada apenas por “Nenca”, de aproximadamente 60 anos, e se encontrava no estabelecimento para cujo proprietário ele prestava serviços diversos.

 

Duas pessoas morreram com a explosão desta em Lavras da Mangabeira. FOTO: AGÊNCIA MISÉRIA

Duas pessoas morreram com a explosão desta em Lavras da Mangabeira. FOTO: AGÊNCIA MISÉRIA

No início da tarde desta segunda-feira; o corpo de uma mulher foi retirado dos escombros confirmando o segundo óbito, mas a polícia ainda não conseguiu a sua identificação. Já o proprietário Antonio Lima Silva, de 74 anos, conhecido como “Antônio Macaúba”, teve mais de 90% do corpo queimado. Até o final da manhã de ontem (segunda-feira 19) ele continuava no Hospital São Vicente Férrer de Lavras da Mangabeira aguardando um helicóptero da CIOPAER, a fim de ser transferido para a Unidade de Queimados do IJF (Instituto José Frota) em Fortaleza.

 

Segundo populares, ele trabalha com a venda de fogos de artifício há muitos anos e o seu estabelecimento funcionava na Rua Hilda Augusto, em frente à antiga estação ferroviária no centro de Lavras da Mangabeira. Ao contrário das informações iniciais não se trata de uma fábrica clandestina de fogos. Tão logo ocorreu a explosão labaredas de fogo começaram a tomar conta do local junto com enorme fumaceiro em meios aos escombros dos quatro prédios destruídos.

 

Uma equipe do Corpo de Bombeiros de Iguatu foi acionada e, imediatamente, os militares chegaram ao local passando a controlar a situação debelando as chamas em meio a explosões menores que aconteciam a todo instante. Outras pessoas que se encontravam nas imediações saíram levemente feridas, mas sequer houve a necessidade de atendimento médico-hospitalar. O susto e a correria foram grandes e os policiais militares do Destacamento de Lavras da Mangabeira isolaram a área e ajudaram na retirada dos corpos.

 

FONTE DA NOTÍCIA:

logo_site_miseria

Comentários