E agora? Inverno ou mais uma seca?

PUBLICIDADE
5 nov 2015

Um dos assuntos mais comentados de todos os tempos tem sido a questão climática, com maior razão, quando envolve o Nordeste Brasileiro, onde este tem sofrido penosamente com os sucessivos anos de seca. Por sua vez, existe um paradoxo, quando falamos de Nordeste e Sudeste do País. Este último, que acumulava há muito tempo boas reservas hídricas, hoje é superado pela Região Nordestina no tocante ao volume de água potável, algo extremamente surpreendente e porque não dizer, intrigante.

 

secaEis que surge uma boa nova para o Nordeste em meio a esse quadro de incertezas e ameaça de mais um ano de seca no semi-árido nordestino. E curiosamente, o tal favorecimento pode vir dos efeitos do El Nino, logo ele, que tem sido o vilão das estações climáticas, onde costuma provocar grandes distorções meteorológicas no Planeta, caracterizadas pelo aquecimento das águas do Pacífico, com aumento de temperatura em diversas águas do País, como é o caso aqui do Nordeste, frio e enchentes em outros setores, a exemplo do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

 

Pois muito bem. Segundo estudos de especialistas no assunto, esse fenômeno pode favorecer o Nordeste e interromper um grande ciclo de estiagem que assola o Nordeste, especialmente o Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. Mesmo diante de ocorrências de chuvas deficitárias para a o semi-árido do Nordeste, por conta do El Nino, pesquisadores apontam que isso pode ser mudado e agora de 2015 para 2016, seus efeitos poderão provocar abundancias de chuvas para a futura quadra invernosa.

 

Eles se baseiam em anos passados, onde foi feita a mesma avaliação e choveu copiosamente em todo o Nordeste sob a influência do fenômeno, gerando uma considerável produção agrícola. Bem, enquanto técnicos da Funceme já apostam em novo ano de seca, agora paralelamente, outros cientistas se debruçam sobre os mistérios do El Nino, e até acham que ele, de vilão, pode se tornar uma benção para o Nordeste em temo de chuvas. É esperar pra ver!

Comentários