Em nota, Band nega crise e destaca alta audiência de programa de Bacci

PUBLICIDADE
18 set 2014

TA NA TELAEm resposta à nota publicada pelo colunista Ricardo Feltrin na tarde desta quarta-feira (17), “Programa de Luiz Bacci vive crise e tem demissão em massa”, a Band encaminhou ao UOL um comunicado, no qual nega a crise do programa “Tá na Tela”, e enfatiza que as mudanças na equipe “já estavam previstas desde a estreia da atração”, em 4 de agosto.

 

Leia a íntegra da nota de esclarecimento assinada por Diego Guebel, diretor-geral de conteúdo da emissora:

 

No ar desde 4 de agosto deste ano, o programa “Tá na Tela da Band”, comandado por Luis Bacci, tem obtido resultados de audiência que contrariam a tese de crise inventada pelo colunista Ricardo Feltrin. Sem checar informações fundamentais com a emissora, Feltrin preferiu construir um texto irreal. Diante do prejuízo evidente, a Band vem a público fazer os seguintes esclarecimentos:

 

Audiência em alta
Segundo dados do Ibope, a entrada de Bacci elevou a audiência média da Band no horário de 2 para 3 pontos, uma alta de 50% na Grande São Paulo. O bom rendimento se estende pelo Brasil mostrando crescimento superior à 50% em todas as regiões. Em Belém, por exemplo, o programa é vice-líder. Em Salvador e Fortaleza é 3º lugar.

 

Na última terça-feira, 16 de setembro, com o especial “Chaves 35 anos”, a atração marcou o seu segundo melhor resultado com 4,1 pontos de média, uma das maiores audiências na faixa horária entre os programas nos últimos três anos. O especial chegou à vice-liderança alcançando pico de 6 pontos. Além disso, ao contrário do que o colunista afirmou, a maior audiência alcançada até agora não foi de 3,4 e sim de 4,3 média, o que garantiu ao programa o segundo lugar no Ibope.

 

Equipe
As mudanças na equipe ocorreram em função da transição de comando já prevista desde a estreia. Com contrato de três meses, a missão de Rodrigo Branco era implementar o programa. O contrato terminou na última segunda-feira. Também ocorreram mudanças pontuais, movimento normal numa equipe de quase 40 profissionais.

 

Comercialização
O “Tá na Tela” é patrocinado pela “Claro TV”. Também conta com ações de merchandising de várias empresas, alcançando regularmente a ocupação máxima de 4 ações estabelecida pela emissora.

 

Linha editorial
Por fim, ao contrário do que informa o colunista, na cobertura dos conflitos de ontem no centro de São Paulo, Luis Bacci informou ao telespectador que exibia imagens gravadas. Em 12 minutos de cobertura o público foi avisado por três vezes que se tratavam de imagens recuperadas, além das imagens ao vivo.

 

Atenciosamente,
Diego Guebel, diretor-geral de conteúdo Band

 

Uol

Comentários