Esmola sim, Refinaria não!

Esmola sim, Refinaria não!

PUBLICIDADE
5 fev 2015

Por Pedro Guedes

 

Não valeu nada esperar mais de 6 anos, para no fim, o Ceará passar por tamanha decepção. A Refinaria Premium II era uma das principais promessas de investimentos do Governo Federal para os cearenses, mas agora, virou fumaça. O anúncio dessa covardia, causou indignação nos que ainda acreditavam na concretização do sonho. Nunca, na História do nosso Estado, se viu tanta humilhação. Foi merecido? Acho que sim. Quem manda eleger que não tem compromisso com a Nação. Custa tanto para o eleitor acreditar que obras importantes não são prioridades do PT? Será que o Nordeste vai ficar o tempo todo virando “mulher de bandido” que se acostuma na peia, e não larga dele? Será?

 

Como se não bastasse, o povo na última eleição deu carta branca a quem não tá nem aí para essa gente, que na sua grande maioria, prefere viver de esmolas governamentais, em detrimento de projetos importantes que funcionem na prática, destinados à saúde, educação e segurança pública. É como se tivessem assinado um cheque em branco para um velhaco trambiqueiro, que nunca pagará a dívida, aliás, a dívida desse governo com o Ceará, depois dessa, aumentou muito agora e pelo visto, nunca será quitada, não obstante, a votação estupenda que os aproveitadores tiveram por aqui.

 

O que falar agora da bancada cearense no Congresso? Bom, Como sempre, sem nenhuma influência, um peso morto naquela Casa. Para os mais entusiasmados, foi surpresa sim, a negação da Refinaria para o Ceará, não esperavam um golpe tão baixo desse governo. Mas ficou só nisso: entusiasmo fracassado. Nem mesmo os mais céticos, esperam um fim tão trágico para este projeto. O governador Camilo Santana ainda tenta reagir contra tal decisão e quer cobrar a retomada desse sonho. Difícil missão a dele, porque no mínimo, diante de tanta má vontade, acabará apenas sendo mais uma voz clamando no deserto.
Não valeu nada mesmo, o sacrifico de alguns políticos, de andar pelo Ceará afora, tentando explicar como funcionaria o sonhado empreendimento e o impacto que traria em termos econômicos. Tempo perdido. Em se tratando de números, o governo petista não conseguiu enxergar que com a vinda da refinaria, teríamos pelo menos 90 mil empregos diretos e indiretos, só na fase de construção e investimentos para o Ceará, na ordem de 11 bilhões de reais. Com a instalação de equipamentos, eram esperados 300 mil barris de petróleo refinados por dia no Ceará e o incremento do PIB no Estado seria de mais de 50%.

 

Não, o governo do fracasso não viu nada disso. Sabe por que? Porque emprego e obras importantes podem gerar independência, cidadania, auto-estima. E essas coisas são terríveis para os bolsa-famílias da vida, que geram atraso, subserviência e alienação, uma marca dos governos do subdesenvolvimento. Pelo visto, o governo Dilma começou cedo a dar o troco para os alienados. E essa medida veio dentro do saco de maldades que a presidenta vem distribuindo Brasil afora. Sobrou ainda para o Maranhão que ficou também sem a dele. Se isso servir para alguma esperança, a debandada cearense, digo, bancada cearense vai tentar uma reação, uma espécie de enfrentamento político, haja vista, o inicio da legislatura 2015 que terá votações importantes. E que agora, esperamos que o projeto de retomada da Refinaria para o Ceará, mesmo sendo utópico, seja prioridade nas discussões. E aqueles que não pertencem à turma do amém, batam o pé, façam zoada e não deixem isso barato. Chega de aceitar tudo passivamente. Falta de aviso não foi!

Comentários