Ex-prefeito de Granjeiro é encontrado morto em Barbalha

Ex-prefeito de Granjeiro é encontrado morto em Barbalha

PUBLICIDADE
15 fev 2017

O corpo do ex-prefeito de Granjeiro, José Mâcedo de Lima , popularmente conhecido por Zé Mâcedo, foi encontrado na manhã desta quarta-feira (15), no interior de um dos cômodos do sítio onde ele residia em Barbalha. FOTO: DIVULGAÇÃO

O corpo do ex-prefeito de Granjeiro, José Mâcedo de Lima , popularmente conhecido por Zé Mâcedo, foi encontrado na manhã desta quarta-feira (15), no interior de um dos cômodos do sítio onde ele residia em Barbalha. Embora não haja maiores detalhes, a hipótese inicial é que ele tenha cometido suicídio. Os primeiros levantamentos realizados pela polícia dão contam de que o político vivenciava estágio avançado de depressão, motivado por dívidas acumuladas desde a campanha eleitoral do ano passado, quando concorreu à uma vaga na Câmara Municipal de Juazeiro do Norte.

 

Zé Mâcedo era conhecido no meio político e empresarial por honrar compromissos e por manter pagamentos em dia junto à credores, A morte do ex-prefeito repercutiu rapidamente nas redes sociais. Amigos que acompanhavam a trajetória política de Zé Mâcedo, que era filiado ao PDT, se mostraram surpresos e lamentaram o falecimento.

 

Em 2007, então filiado ao PSDB, José Mâcedo de Lima assumiu a chefia do Executivo no município de Granjeiro, após o afastamento do prefeito Vicente Félix de Souza e do vice Emanuel Clementino Granjeiro, ambos também tucanos, por determinação da Justiça Eleitoral do Ceará. No ano seguinte, concorreu a reeleição ao Legislativo pelo PMDB, tendo obtido 191 votos. O resultado das urnas garantiriam a suplência ao então candidato.

 

Em 2016, filiado ao PDT, disputou vaga ao Legislativo de Juazeiro do Norte apoiando o empresário Gilmar Bender à Prefeito do município. Com o slogan “Acorda Cedo”, chegou a marca dos 1.379 sufrágios, levando-o a mais uma suplência. No PDT, era visto como uma pessoa alegre, capacitada e interessada na melhoria de Juazeiro do Norte.

 

Fonte: pordentrodoassunto01.blogspot.com

Comentários