Falta de estrutura da pista pode paralisar Aeroporto Regional do Cariri

PUBLICIDADE
10 maio 2016

As especulações sobre o fim das operações das companhias aéreas no Aeroporto Regional Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte, começam a ganhar força. Administrado pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) desde 2012, o aeroporto pode deixar operar a partir de outubro deste ano.

 

Diante da possibilidade, o Ministério Público Estadual (MPCE) vai fazer recomendação à Secretaria de Aviação Civil (SAC) pedindo providências. Foto: Serena Morais

Diante da possibilidade, o Ministério Público Estadual (MPCE) vai fazer recomendação à Secretaria de Aviação Civil (SAC) pedindo providências. Foto: Serena Morais

 

Diante da possibilidade, o Ministério Público Estadual (MPCE) vai fazer recomendação à Secretaria de Aviação Civil (SAC) pedindo providências. Além disso, a união entre diversos setores da sociedade, principalmente, lideranças e autoridades políticas é vista como a única solução para evitar o fechamento do equipamento.

 

O fechamento seria motivado pela troca de aeronaves, utilizadas pelas empresas que operam em Juazeiro. As empresas Avianca e Gol Linhas Aéreas devem substituir suas aeronaves a partir de outubro. A Avianca deve trocar o Airbus A318, com capacidade para 120 passageiros, pelo modelo A320- Neo, com capacidade entre 146 e 168 passageiros. A Gol Linhas Aereas trocará os aviões para o tipo boeing 737800 max gol, podendo comportar até 168 passageiros.

 

Com a mudança, o aeroporto perde a capacidade de tráfego para as novas aeronaves, principalmente, pela limitação das taxiways, identificadas como trajetórias definidas e sinalizadas, geralmente em linhas amarelas estabelecidas para o deslocamento em solo e/ou manobra de aeronaves.

 

Fonte: Ceará News 7

Comentários