Governador Camilo Santana segue construindo adutoras no Estado, mas ignora situação hídrica de Aurora

PUBLICIDADE
4 dez 2015

O “Jornal da Sol Nascente”, noticioso levado ar de segunda à sexta pela Sol Nascente FM apresentou nesta quinta-feira (03) um levantamento que mostra os investimentos feitos pelo Governo do Estado, na construção de 7 adutoras este ano, com gastos em obras de até 62 km de extensão, enquanto Aurora aguarda a sinalização há pelo menos nove meses para a construção de uma obra de apenas 3 km. CONFIRA A MATÉRIA BAIXO:

 

Segundo a Cogerh, caso não haja recarga do reservatório na próxima quadra invernosa, o açude entrará em colapso no segundo semestre de 2017. FOTO: REPRODUÇÃO / GOOGLE MAPS

Segundo a Cogerh, caso não haja recarga do reservatório na próxima quadra invernosa, o açude entrará em colapso no segundo semestre de 2017. FOTO: REPRODUÇÃO / GOOGLE MAPS

 

O governador Camilo Santana assinou recentemente mais uma ordem de serviço para construção de mais uma Adutora de Montagem Rápido para beneficiar moradores da cidade de Jaguaretama, antes, no último dia 28 de novembro, a ordem de serviço para dar início à construção de mais uma adutora de montagem rápida no município do Cedro.

 

Com esta, já são sete adutoras, entre construídas ou com ordens de serviço autorizadas.

 

Enquanto isso, desde março deste ano, quando o Acude Cachoeira, que abastece Aurora, ainda contava com 28% de sua capacidade de armazenamento, que o município de Aurora aguarda pela sinalização por parte do Governo do Estado, no sentido de que seja construída uma adutora de apenas 3 km de extensão, em um trecho onde a água que abastece a sede do município corre a céu aberto, provocando um enorme desperdício, tanto por infiltração no sub solo, quanto pela evaporação.

 

O Governador Camilo Santana é sabedor do problema hídrico de Aurora, desde de 19 de março deste ano, quando recebeu das mãos do prefeito Adailton Macedo, um ofício com o pedido de construção da adutora.

 

Atualmente, o Açude Cachoeira conta com o volume de apenas 15,5% de sua capacidade.

 

Segundo a Cogerh, caso não haja recarga do reservatório na próxima quadra invernosa, o açude entrará em colapso no segundo semestre de 2017, antes porém, atingirá o seu volume morto a partir de fevereiro do mesmo ano.

 

FOTO: REPRODUÇÃO / COGERH

FOTO: REPRODUÇÃO / COGERH

 

Outras adutoras construídas em 2015

 

Em julho deste ano, o governador Camilo comandou pessoalmente em Quixeramobim a realização de um leilão reverso para a contratação de outras 4 adutoras de montagem rápida, para abastecer as sedes municipais de Quixeramobim, Ibicuitinga, Independência e Arneiroz.

 

A Adutora que abastecerá Independência já está pronta. Para entrar em funcionamento, a obra aguarda apenas a ligação da energia elétrica por parte da Coelce. Já a de Arneiroz está com 95% das obras concluídas. A obra em Ibicuitinga chegou a 66% de conclusão. E a de Quixeramobim também está adiantada, com 47% da obra finalizada.
Agora confira a extensão de cada uma dessas adutoras e quanto irá custar algumas dessas obras, enquanto Aurora clama por uma Adutora de apenas 03 km de extensão.

 

Valor e extensão das obras:

 

Adutora Quixeramobim – R$ 32,3 milhões – extensão de 61,4 km
Adutora Arneiroz – R$ 2,3 milhões – 10,6 km de extensão
Adutora Independência – R$ 7,4 milhões – 28,2 km de extensão
Adutora Ibicuitinga – R$ 7 milhões – extensão de 27km
Adutora de Cedro – R$ 6,2 milhões – 22 km de extensão
Adutora de Granja – R$ 7.154.463,72 –
Adutora de JaguaretamaNão encontramos maiores detalhes

Comentários