Grávida de 7 meses leva tiro na cabeça e ex-namorado é o principal suspeito

PUBLICIDADE
12 jul 2016
Thaysa Vilas Boas, de 22 anos, levou um tiro na cabeça no começo da tarde desta segunda-feira (11), em Tapejara, no Paraná ( Foto: Reproduçãp Facebook )

Thaysa Vilas Boas, de 22 anos, levou um tiro na cabeça no começo da tarde desta segunda-feira (11), em Tapejara, no Paraná ( Foto: Reproduçãp Facebook )

Mais uma jovem entra para as estatísticas deviolência contra a mulher. Thaysa Vilas Boas, de 22 anos, levou um tiro na cabeça no começo da tarde desta segunda-feira (11), em Tapejara, no Paraná. De acordo com a Polícia Civil, ela estava grávida de uma menina de sete meses e foi levada em estado grave para o hospital. O ex-namorado dela e pai da criança, Renato Umbelino da Rocha, de 23 anos, foi preso como o principal suspeito do assassinato.

 

Os médicos fizeram um parto de emergência e retiraram o bebê. Até as 19h, não havia novas informações sobre o estado de saúde de ambos.

 

A Polícia Civil afirma que Thaysa já havia registrado boletins de ocorrência por ameaça e lesão corporal contra o suspeito. Ele já tempassagens pela polícia por tráfico de drogas e receptação.

 

Ainda não há informações sobre a motivação do crime.

 

Fonte: Diário do Nordeste

Comentários