Inflação para 2015 sobe de 9,70% para 9,75%

PUBLICIDADE
19 out 2015

Estadão Conteúdo – As previsões para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no Relatório de Mercado Focus, divulgado na manhã desta segunda-feira (19), pelo Banco Central, subiram pela 11ª vez consecutiva. Segundo o documento, a mediana para a inflação de 2016 passou de 6,05% para 6,12%, se aproximando cada vez mais do teto da meta de 6,50%. Um mês atrás estava em 5,70%.

 

inflaçãoJá as projeções para a inflação deste ano subiram de 9,70% para 9,75%. Há quatro semanas, estavam em 9,34%. No Relatório Trimestral de Inflação (RTI) de setembro, o BC havia apresentado estimativa de 9,5% para este ano tanto no cenário de referência quanto no de mercado. Pelos cálculos da instituição revelados no RTI, o IPCA para 2016 subiu de 4,8% para 5,3% no cenário de referência e passou de 5,1% para 5,4% no de mercado.

 

Para a inflação de curto prazo, a estimativa para outubro passou de 0,65% para 0,70% – estava em 0,49% quatro semanas atrás. Já a de novembro, passou de 0,57% para 0,58% de uma semana para outra ante taxa de 0,55% verificada há um mês. As expectativas para a inflação suavizada 12 meses à frente também pioraram na pesquisa Focus de hoje, passando de 6,24% para 6,27% ante taxa de 5,82% de quatro edições atrás.

 

PIB

 

Depois do terceiro recuo consecutivo na margem do IBC-Br de agosto, o Relatório de Mercado Focus trouxe mais uma revisão para o Produto Interno Bruto (PIB). De acordo com o documento, a perspectiva de retração da economia este ano passou de 2,97% para 3,00% – um mês antes estava em queda de 2,70%. Para 2016, a mediana das previsões saiu de -1,20% para -1,22%. Quatro semanas atrás estava negativa em 0,80%.

 

Segundo o IBGE, o PIB brasileiro caiu 2,6% no segundo trimestre deste ano na comparação com o primeiro e 1,9% ante o mesmo período de 2014. No Relatório Trimestral de Inflação (RTI) de setembro, o BC revisou de -1,1% para -2,7% sua estimativa para a retração econômica deste ano.

Comentários