Mais de 80% dos açudes no Ceará estão com volume abaixo de 30%

Mais de 80% dos açudes no Ceará estão com volume abaixo de 30%

PUBLICIDADE
13 out 2015

Diário do Nordeste – Mais um ano de seca e a perspectiva de 2016 sob o mesmo cenário aumenta o risco de um colapso hídrico no Ceará. Mais de 80% dos açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) estão com volume abaixo dos 30% da capacidade.

 

O cenário é tão preocupante que, atualmente, somando-se todos os reservatórios, só há disponível pouco mais de 15% da capacidade total no Estado. FOTO: REPRODUÇÃO / FUNCEME

O cenário é tão preocupante que, atualmente, somando-se todos os reservatórios, só há disponível pouco mais de 15% da capacidade total no Estado. FOTO: REPRODUÇÃO / FUNCEME

São 123 açudes de 153 analisados pelo órgão. O cenário é tão preocupante que, atualmente, somando-se todos os reservatórios, só há disponível pouco mais de 15% da capacidade total no Estado.

 

Na comparação com o mesmo 12 de outubro no ano passado, houve perda de mais 10% do volume armazenado. Mais um ano com a mesma perspectiva de estiagem pode significar a aproximação do estado à falta de água total.

 

Transposição ainda está longe de acontecer

 

O Diário do Nordeste mostrou neste domingo que, mesmo que a transposição das águas do Rio São Francisco seja concluída, o Estado não está preparado para distribuir o recurso hídrico entre a população.

 

Atrasos do Governo Federal emperraram trechos do Cinturão das Águas, que sofreu redução no número de trabalhadores empregados e consequente paralisação frentes de trabalho.

 

Cidades importantes no Interior já enfrentam falta de água nos centros urbanos. Canindé e Quixeramobim são exemplos. O abastecimento já está se dando por meio de carros-pipa.

Comentários