Menor de 13 anos era explorada sexualmente em programas pelo quais recebia R$ 10,00

PUBLICIDADE
15 jun 2015

20150615060023_capaAgência Miséria – Três pessoas foram presas no município de Várzea Alegre sob a acusação de exploração sexual de menor, favorecimento à prostituição e estupro de vulnerável. O fato aconteceu na Rua Figueiredo Correia situada no bairro Zezinho Costa e a polícia recebeu denúncias populares apontando som abusivo e sugerindo averiguar a exploração sexual de menor em meio à bebedeira. Uma patrulhada comandada pelo Subtenente Wellington com o apoio do Sargento Francivaldo e dos Soldados Marciel e Wedes foi até o local.

 

No imóvel, reside o aposentado Joaquim Pereira da Silva, de 61 anos, que cedia a casa para o cometimento dos crimes que seriam arquitetados pela agricultora Andréia de Andrade Pereira, de 19 anos, residente na Rua 01 da COHAB igualmente em Várzea Alegre. No local, os PMs se depararam ainda com uma adolescente de 13 anos a qual era convidada da jovem para os programas sexuais. A menina confirmou e disse à polícia que já tinha feito dois programas e recebia R$ 20,00 quando passava a metade para Andréia.

 

A polícia prendeu ainda o agricultor José Rodrigues da Silva, de 54 anos, residente na Rua Joaquim Gomes Fiúza, 271 naquele bairro que tinha sido o último a abusar sexualmente da menor. Ele próprio confirmou ao ser indagado pelos policiais afirmando ter dado apenas R$ 10,00 à adolescente e foi autuado para responder por crime de estupro de vulnerável. Membros do Conselho Tutelar de Várzea Alegre foram chamados ao local e acompanharam a condução dos três acusados e a menor até à Delegacia de Polícia Civil estando agora à disposição da justiça.

 

Comentários