Nasce filho da grávida que levou facadas do ex-namorado no Crato

Nasce filho da grávida que levou facadas do ex-namorado no Crato

PUBLICIDADE
7 jun 2019

Nesta sexta-feira (7) nasceu o bebê de Irislaine Nayara Lima Oliveira, que no dia 27 de maio sofreu uma tentativa de feminicídio na cidade do Crato. Na época, a jovem, de 19 anos, levou várias facadas do ex-namorado, mas após procedimento cirúrgico nada aconteceu a ela e ao bebê.

 

Isac nasceu de parto normal, com mais de quatro quilos, na cidade do Crato.
Foto: arquivo pessoal

 

Isac nasceu no Hospital São Francisco, no Crato, de parto normal, e traz um alívio à família. O menino é o segundo filho da jovem. Ele nasceu por volta das 5h20, com mais de quatro quilos. A Unidade informou que, até o momento, a decisão é não divulgar informações sobre o estado de saúde do bebê e da mãe. Já a avó do recém-nascido, Lindinalva Oliveira, disse que o neto aparentemente está bem de saúde.

 

Para, Lindinalva Oliveira, o dia em que sua filha foi quase morta pelo namorado ainda não sai da cabeça, mas a alegria de ter o neto nos braços acalenta os sentimentos de Lindinalva. “Estou muito feliz. Imaginei que ia perder minha filha e meu neto, que nem ia chegar a ver eles, mas graças a Deus, ele me deu a oportunidade de ver eles. Ainda lembro daquele dia, estou abalada com o que minha filha passou. Mas estou muito feliz tendo meu netinho pregado nos meus braços”, explica.

 

A mãe e o recém-nascido ainda estão no hospital, juntamente com a avó, que acompanha os dois e faz questão de estar por perto “Fui a primeira a ver ele, troquei a roupa dele, não tenho nem o que dizer. Só tenho a agradecer a Deus”, conclui a avó. Ambos devem receber alta amanhã e devem voltar para casa, segundo Lindinalva.

 

Sobre o caso

 

O suspeito era namorado de Irislaine Nayara Lima Oliveira e foi preso em flagrante pela tentativa do crime. Conforme afirmou a delegada da Delegacia da Mulher na época, o homem de 23 anos deferiu várias facadas na vítima que foi internada no Hospital e Maternidade São Francisco de Assis, onde passou por cirurgia.

 

A discussão do casal, conforme o relato do suspeito, começou no dia 26 de junho. O agressor estaria devendo dinheiro a ela, o que motivou a briga. “Segundo ele, se ele não desse o dinheiro até esta segunda-feira ela iria mandar matá-lo. Aí ele passou a noite pensando nisso e resolveu acertar as contas”, disse a delegada Camila Brito, no momento da prisão.

 

Fonte: Diário do Nordeste

Comentários