No reencontro com Givanildo, América-MG vence Ceará e sobe na tabela da Série B

No reencontro com Givanildo, América-MG vence Ceará e sobe na tabela da Série B

PUBLICIDADE
7 jun 2017

O reencontro de Givanildo Oliveira com o América-MG não foi de final feliz para o treinador. Pouco mais de um ano após deixar o clube, o técnico voltou ao Independência nesta terça-feira no comando do Ceará. Em campo, o Coelho cumpriu seu papel de mandante e venceu por 1 a 0, gol de Luan, aos 35 minutos do primeiro tempo. Nem a expulsão de Zé Ricardo, aos 11 minutos da etapa final, foi suficiente para impulsionar os cearenses. Já no fim, Pedro Ken deixou os dois times com 10 em campo ao dar entrada forte em Christian. O América-MG soma oito pontos, um a menos que o Santa Cruz, primeiro time do G-4. Outros times estão na classificação entre os dois clubes. O Ceará está com sete pontos.

 

Coelho ultrapassa time de ex-treinador e está a um ponto do G4; outros times embolam a disputa pelos quatro primeiros lugares.

 

O jogo começou lá e cá no Independência. América-MG e Ceará tiveram boas chances de gol, mas foi o Coelho quem saiu na frente. Luan aproveitou cruzamento de Rafael Lima para abrir o placar a favor dos donos da casa. Os clubes continuaram com chances alternadas, e os goleiros apareceram bem na etapa inicial. Como ocorreu em outras oportunidades na Série B, o Coelho desperdiçou algumas chances claras, fato que tem incomodado o técnico Enderson Moreira.

 

O panorama era parecido no segundo tempo. América-MG e Ceará tentavam o ataque. Porém, tudo muito aos 11 minutos. Zé Ricardo, do Coelho, que já estava amarelado, colocou a mão na bola no meio-campo e foi embora para o vestiário. O Coelho recuou para o campo de defesa e aumentou a confiança dos cearenses. João Ricardo salvou os mineiros com intervenções seguras. Em algumas saídas de contra-ataque, o América-MG tentava desafogar as ações do Ceará. A expulsão de Pedro Ken, aos 35 minutos, aliviou a situação do América-MG. Os dois times terminaram o jogo com 10 em campo. Os visitantes insistiram em bolas alçadas na área, mais de 20 no decorrer da partida. O excesso de bolas longas facilitou a vida da defesa do América-MG, que garantiu o resultado.

 

PRÓXIMOS DESAFIOS

 

O América-MG se prepara para jogar fora de casa. Na próxima sexta-feira, às 20h30 (de Brasília), o Coelho enfrenta o Vila Nova em Goiânia. O Ceará vai ao Sul do país para encarar o Brasil de Pelotas. O jogo acontece no sábado, às 16h30.

 

Fonte: Globo Esporte

Comentários