Polícia apreende arma em Barbalha e crianças foram vítimas de disparo acidental em Caririaçu

PUBLICIDADE
21 jan 2016
Revólver e munições foram apreendidos em Barbalha. (Foto: Agência Miséria)

Revólver e munições foram apreendidos em Barbalha. (Foto: Agência Miséria)

Duas crianças foram socorridas para o Hospital Geraldo Lacerda Botelho de Caririaçu na tarde desta terça-feira após serem atingidas nos pés com o disparo acidental de uma espingarda. Elas moram na Vila Feitosa e tentavam armar uma rede no quarto em cujo armador se encontrava uma espingarda carregada. A arma caiu e disparou atingindo os menores que sofreram ferimentos leves. A polícia tomou conhecimento e uma patrulha comandada pelo Sargento Jusceíldo esteve no local quando apreendeu a espingarda.

 

Cerca de cinco horas depois outra arma foi apreendida, porém na Rua Natanael Pereira de Souza, 528 (Bairro Alto Rosário) em Barbalha. No imóvel, a equipe RAIO 08 com o Sargento Adriano e os Soldados Siebra, Rudá e Figueiredo recolheram um revólver calibre 38 com cinco cartuchos intactos. O proprietário Darlan de Santana Amaro, de 35 anos, ali residente, tinha sido denunciado anonimamente por populares que o viam exibindo a arma de fogo.

 

AMEAÇA – Já no bairro Romeirão em Juazeiro, mais precisamente na Rua José de Alencar, 1156, militares do Ronda do Quarteirão prenderam o jovem Ronaldo Vieira da Silva. Ele tinha agredido com dois socos o seu próprio pai, José Vieira, de 66 anos e ainda estava proferindo ameaças contra a sua mãe, Maria Souza Silva, de 62 anos. O acusado foi levado para a Delegacia Regional de Polícia Civil, a fim de ser autuado por crime de violência doméstica.

 

Agência Miséria

Comentários