Polícia prende em Barbalha, acusado de praticar crimes em Aurora

PUBLICIDADE
24 mar 2017

Uma operação conjunta entre a Polícia Civil de Barbalha policiais Civis de Aurora, prendeu nesta sexta-feira (24), Cicero Wenes Lima Silva, de 31 anos, considerado de alta periculosidade. Ele é acusado de assaltos à mão armada em várias cidades do Cariri e da autoria intelectual do assassinato de João Adriano dos Santos, o “João Cabeção”, ocorrido no dia 04 de março em Aurora.

 

Sob a coordenação do Delegado de Polícia Civil de Barbalha, Juliano Marcula, com apoio dos militares do Serviço de Inteligência do 2º BPM, da Força Tática de Apoio (FTA), o cerco foi fechado na residência onde o acusado se encontrava.

 

A operação começou no final desta madrugada no Sítio Taquari na zona rural de Barbalha quando ”Suene”, conforme é apelidado em Aurora, ou ”Neguim” em Barbalha ainda esboçou reação, mas notou que estava bem cercado. Desta forma, foi recapturado já que era foragido da cadeia pública de Barbalha e a polícia prendeu também, a dona da casa Maria Erismar Nunes da Silva, de 27 anos, que lhe dava abrigo. “Suene” estava com um revólver calibre 38 e nove cartuchos intactos, pertencentes ao vigilante dos Correios de Aurora.

 

É que o mesmo teria assaltado, recentemente, a referida agência e mais três postos de gasolina na companhia do menor C. E. S., de 17 anos, o qual foi apreendido esta semana em Ouricuri (PE) e seria o executor de ”João Cabeção” a mando de Suene.

Comentários