Polícia prende garota suspeita de matar o avô para se apossar do dinheiro dele

PUBLICIDADE
20 jun 2017

Como no enredo de novela policial, um crime em família acaba de ser elucidado pela Polícia na qual uma jovem de 25 anos é suspeita de ter assassinado o avô para ficar o dinheiro da aposentadoria dele. O palco do crime foi a cidade de Senador Pompeu, no Sertão Central do Ceará (a 273Km de Fortaleza).

 

A neta está presa em flagrante, mas nega ter assassinado o avô.

 

O crime ocorreu na madrugada do dia 6 de junho último, mas só ao amanhecer o corpo do agricultor aposentado Moacir Guedes da Silva, que tinha 81 anos de idade, foi encontrado sobre a cama, com marcas de facadas e um travesseiro no rosto, indicado que ele pode também ter sido sufocado enquanto dormia. O assassinato ocorreu no Sítio Muxinató, no Distrito conhecido como Quilômetro Vinte.

 

Uma patrulha do Batalhão do Policiamento Rodoviário estadual (BPRE) foi acionado ao local do crime e constatou que o ancião havia sido esfaqueado no pescoço e no abaixo do peito direito. No local os PMs começaram a ouvir as pessoas e chegaram à suspeita, a própria neta da vítima, Maria Verônica da Silva Campos, 25. A jovem negou o crime, mas foi conduzida à delegacia de Senador Pompeu.

 

Perícias

 

As investigações da Polícia Civil avançaram nos últimos dias, levando o delegado regional de Polícia Civil, Willians Lopes a concluir que o crime foi mesmo praticado pela neta do aposentado. Ela teria assassinado o avô para ficar com a aposentadoria que ele recebia mensalmente.

 

A faca usada no crime foi encontrada lavada. A Polícia suspeita que a jovem tenha perpetrado o crime de forma planejada. Ela diz que a casa onde morava com o avô foi atacada por assaltantes, versão que não foi confirmada. Presa em flagrante, Verônica segue detida enquanto a Polícia concluiu a apuração do caso e aguarda os laudos de perícia feitos no local do crime, no corpo da vítima e na arma encontrada no local.

 

Fonte: Ceará News7

Comentários