Prefeito Adailton Macedo assina Termo de Adesão ao Garantia Safra; beneficiando quase dois mil agricultores aurorenses

PUBLICIDADE
3 maio 2016
Os agricultores inscritos no programa receberão R$ 850,00, dividido em cinco parcelas de R$ 170,00 cada. FOTO: AQUICONECTADOS

Os agricultores inscritos no programa receberão R$ 850,00, dividido em cinco parcelas de R$ 170,00 cada. FOTO: AQUICONECTADOS

Castigado pela insuficiência das chuvas, somada a sua má distribuição ao longo da quadra invernosa, o município de Aurora deverá contabilizar neste ano um prejuízo de mais 80% na sua safra agrícola.

 

A previsão está sendo feita pela Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento Econômico, Recursos Hídricos e Meio Ambiente. Segundo o titular da pasta – José Dácio de Souza, a maior perda deve se concentrar na cultura do milho, onde o prejuízo poderá chegar a 85% ou mais. Ainda conforme o secretário; estima-se que a safra do feijão sofra uma perda de cerca de 80%.

 

Diante deste quadro, após a constatação técnica, que deve se iniciar ainda no mês de maio, quase dois mil agricultores cadastrados no Programa Garantia Safra 2015/2016 no município estarão aptos a receberem o benefício.

 

Para tanto, o prefeito Adailton Macedo esteve nesta segunda-feira (01/05) em Fortaleza participando do lançamento do Programa Garantia Safra, feito do Palácio do Abolição pelo Governador Camilo Santana. Na ocasião Adailton assinou o Termo de Adesão ao programa, assegurando a inclusão de 1.889 agricultores aurorenses no referido programa.

 

Os agricultores inscritos no programa receberão R$ 850,00, dividido em cinco parcelas de R$ 170,00 cada.

 

Para a efetivação do Garantia Safra, o programa recebe o incremento de recursos do próprio agricultor beneficiado e das três esferas governamentais (Prefeitura, Governo do Estado e Governo Federal).

 

O agricultor entra com um aporte de 2% (R$ 17,00), o Governo do Estado entra com 6% (R$ 51,00), enquanto a União entra com 40% (R$ 340,00).

 

Portanto, a prefeitura Municipal de Aurora investirá em contrapartida, R$ 96.339,00 (noventa e seis mil, trezentos e trinta e nove reais).

 

O Programa Garantia Safra é pago aos agricultores de municípios nos quais haja perda de safra, em virtude do fenômeno da estiagem ou excesso hídrico, superior a 50%.

 

No Ceará 181 municípios estão cadastrados no Programa.

 

ENTENDA COMO FUNCIONA O GARANTIA SAFRA

 

Objetivo: garantir condições mínimas de sobrevivência aos agricultores e às agricultoras familiares de municípios sistematicamente sujeitos a perda de safra por razão do fenômeno da estiagem ou excesso hídrico, situados, prioritariamente, na área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste – SUDENE.

 

Para quem: unidades familiares com renda bruta de até 1,5 salário mínimo mensal, onde se plantam entre 0,6 a 5 hectares de feijão, milho, arroz, mandioca, algodão ou são efetivadas outras atividades agrícolas de convivência com o Semiárido e biomas.

Comentários