Prefeitura lança o Plano de Enfrentamento ao Aedes Aegypti; confira

Prefeitura lança o Plano de Enfrentamento ao Aedes Aegypti; confira

PUBLICIDADE
20 jan 2016

A Prefeitura Municipal de Aurora lançou na manhã desta terça-feira (19) o Plano de Enfrentamento ao Mosquito Aedes Aegypti, vilão causador da dengue, Chikungunya, Zika Vírus e outras doenças.

 

O lançamento do projeto aconteceu em audiência pública realizada no auditório da Escola Profissionalizante Leopoldina Gonçalves Quezado, com presença do prefeito Adailton Macedo, secretariado municipal, profissionais de saúde, membros da Micro-Regional de Saúde de Brejo Santo, segmentos da sociedade civil, além de populares. FOTO: RENATO BRITO

O lançamento do projeto aconteceu em audiência pública realizada no auditório da Escola Profissionalizante Leopoldina Gonçalves Quezado, com presença do prefeito Adailton Macedo, secretariado municipal, profissionais de saúde, membros da Micro-Regional de Saúde de Brejo Santo, segmentos da sociedade civil, além de populares. FOTO: RENATO BRITO

 

O lançamento do projeto aconteceu em audiência pública realizada no auditório da Escola Profissionalizante Leopoldina Gonçalves Quezado, com presença do prefeito Adailton Macedo, secretariado municipal, profissionais de saúde, membros da Micro-Regional de Saúde de Brejo Santo, segmentos da sociedade civil, além de populares.

 

Abrindo o evento, Dr. Gean Passos Leite falou da importância do trabalho de cada um, chamando a atenção para quetodos se unam no enfrentamento ao Aedes Aegypti e citou algumas ações que já foram implementadas neste início do ano com o objetivo de combater o mosquito Aedes Aegypti.

 

Uma das medidas que já foram tomadas este ano, segundo Gean Passos foi o trabalho de inspeção, feito pela Vigilância Sanitária (Visa) junto a todas às Borracharias, visando coibir o armazenamento de pneus velhos em locais abertos, que possam favorecer a proliferação do mosquito. “Os donos de Borracharias foram alertas sobre o problema e terão um prazo para se adequarem, retirando os pneus destes locais indevidos”, completou Gean.

 

GEDC1233Em sua fala, o prefeito Adailton Macedo demonstrou toda sua preocupação com o Aedes Aegypti e se dispôs a contribuir, no que for possível, para que o município de Aurora não chegue ao ponto de vivenciar epidemias de doenças originárias do mosquito.

 

O prefeito Adailton Macedo também disse pretender estudar melhor uma ideia e que possa tornar um projeto, que possibilite bonificar equipes de saúde que consigam diminuir ou erradicar a dengue em suas respectivas áreas de atuação.

 

O gestor municipal lembrou ainda que a inserção de mais 12 Agentes Comunitários de Saúde em ação representa um reforço para os que aí estão, fortalecendo o enfrentamento ao Aedes Aegypti e que o Plano de Enfrentamento alcance seus objetivos, todos devem fazer a sua parte.

 

PLANO DE ENFRENTAMENTO AO AEDES AEGYPTI

 

 Dr. Richard Luna Rodrigues - Coordenador Especializado da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, foi o responsável pela apresentação do Plano. FOTO: R. BRITO

Dr. Richard Luna Rodrigues – Coordenador Especializado da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, foi o responsável pela apresentação do Plano. FOTO: R. BRITO

O Coordenador Especializado da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, Dr. Richard Luna Rodrigues, foi o responsável pela apresentação do Plano.

 

O Plano de Enfrentamento ao Aedes Aegypti é composto por 22 propostas, incluindo a participação da Secretaria de Saúde e outras pastas da gestão, além de segmentos da sociedade e o cidadão comum individual ou coletivamente.

 

Abaixo, separamos 08 ações do Plano de Enfrentamento ao Aedes Aegypti; confira:

 

– Realização de mutirões semanais em ruas dos Bairros, com a participação de ACS’s e membros das Equipes de Saúde da Família (ESF);

 

– Criação do Comitê Intersetorial Municipal de combate ao Aedes Aegypti;

 

– Firmação de parceria com o Ministério Público (MP) para os casos problemáticos;

 

– Firmação de parceria com o setor de coleta de lixo, para que sejam atendidas as solicitações de limpeza de terrenos baldios;

 

– Fixação de adesivos reconhecimento em casas que não sejam encontrados focos (como casa nota 10) no combate ao mosquito;

 

– Implantação do Disque Denúncia na Secretaria Municipal de Saúde, para que o cidadão possa denunciar locais que possuam possíveis criadouros do mosquito;

 

– Formação de brigadas em órgãos municipais para que estes realizem o trabalho nas repartições públicas;

 

– Firmar parceria com o setor privado no combate ao Aedes Aegypti.

 

Da Redação

Comentários