Professores da rede estadual decidem manter greve

PUBLICIDADE
18 maio 2016
Professores continuam em greve ( Foto: João Neto )

Professores continuam em greve ( Foto: João Neto )

Os professores da rede estadual de ensino decidiram em assembleia realizada noGinásio Poliesportivo da Parangaba, na manhã desta terça-feira (18), a permancência da greve na Capital e interior. Durante o encontro, estudantes que estão ocupando as escolas invadiram a reunião dos professorespedindo participação nas negociações e continuação da greve. A organização não autorizou a participação pois a assembleia era somente dirigda aos professores .

 

O presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, afirma que a decisão foi soberana. “A caregoria que decidiu a greve no inicio e a mesma que definiu a continuidade novamente. Temos consciência de tyodas questões que estão coladas. O governo insiste em anunciar o reajuste apenas em junho”, conclui. Sobre reposição de aulas perdidas,”é um compromisso moral e legal de repor as aulas perdidas. A recomposição de aulas é um dos pontos principais nas dicurssões daqui pra frente”.

 

Nos fizemos um recurso contra a medida judicial. Estamos esperando o resultado que ainda não saiu. Nosso setor jurídico vai atuar tentando usar todas as regulamentações jurídicas para que não haja prejuízos aos professores”, ressalta.

 

Iniciada no último dia 25 de abril, a paralisação das atividades tem entre as reivindicações um aumento salarial da categoria de 12,67% (10,67% de reposição da inflação de 2015 e 2% de ganho real). Além disso, diversos estudantes também ocupam as escolas estaduais em forma de protesto para a melhoria da infraestrutura em unidades escolares, reajuste do valor unitário da merenda escolar e o passe livre nos transportes urbanos.

 

“O sindicato vai cumprir o papel, a comissão de negociação, de avaliar até quarta-feira os rumos do movimento no interior e na Capital”, comentou Anizio Melo, presidente da Apeoc.

 

Fonte: DIÁRIO DO NORDESTE

Comentários