Record cai 20% em um ano e perde vice-liderança para o SBT no Rio

PUBLICIDADE
8 jul 2014
Os atores Rodrigo Phavanello e Thais Melchior em cena de Vitória, novela da Record.

Os atores Rodrigo Phavanello e Thais Melchior em cena de Vitória, novela da Record.

A Record, que perdeu a vice-liderança isolada no Ibope na Grande São Paulo e empatou com o SBT em junho, também caiu no Rio de Janeiro. Em um ano, a emissora perdeu 20% de audiência e caiu para o terceiro lugar, atrás da rede de Silvio Santos.

 

Em junho, a Record registrou 4,1 pontos na média das 24 horas, pior desempenho desde fevereiro (3,8) e menos 11% em relação a maio, quando marcou 4,6. No mesmo mês de 2013, a emissora fechou com 5,1 pontos. Em um ano, perdeu 20%, ou um de cada cinco telespectadores.

 

O SBT, por sua vez, manteve em junho a audiência de maio: 4,5 pontos. Com a perda de público da concorrente, a emissora assumiu o segundo lugar no Ibope. A Copa do Mundo, um dos fatores da queda da Record, não afetou a rede de Silvio Santos.

 

A Record também perdeu a vice-liderança para o SBT à tarde e no horário nobre. No período vespertino, caiu de 5,8 em maio para 5,1 em junho, redução de 12%. No SBT, a queda foi bem menor, de 5,5 para 5,4, garantindo o segundo lugar.

 

No horário nobre, a Record perdeu 19% de audiência em um ano. De 7,5 pontos em 2013, foi para 6,1 neste ano. No período, o SBT caiu menos: de 7,1 para 6,3, assegurando a vice-liderança. Em maio, o placar estava ao contrário: 6,7 para a Record e 6,2 para a concorrente.

 

Programas como Aprendiz Celebridades, que terminou com apenas 3,5 pontos, e a novela Vitória, com 5,0, amargam o terceiro lugar no Ibope e ajudam a explicar o fiasco da emissora na capital fluminense. A Copa também prejudicou a maior audiência da rede. O Cidade Alerta, que costuma marcar 6,0 pontos, perde metade da audiência durante os jogos do Brasil.

 

Cada ponto equivale a cerca de 40 mil telespectadores no Rio de Janeiro.

Fonte: Notícias da TV

Comentários