Rodrigo Janot decide revogar imunidade de Joesley Batista e prisão deve ser pedida

Rodrigo Janot decide revogar imunidade de Joesley Batista e prisão deve ser pedida

PUBLICIDADE
8 set 2017

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, decidiu revogar a imunidade concedida aos integrantes do grupo JBS, incluindo a de Joesley Batista. Segundo a Folha de S. Paulo, há possibilidade de Janot pedir a prisão deles ainda nesta sexta-feira (8), em decisão que deve ser encaminhada ao ministro Edson Fachin, relator do caso no Supremo Tribunal Federal.

 

Nesta quinta-feira (7) Joesley Batista e outros executivos da JBS prestaram novo depoimento à Procuradoria Geral da República (PGR) e afirmou que não recebeu orientações do ex-procurador Marcello Miller para negociar um acordo de delação, nem para gravar o presidente Michel Temer no encontro no Palácio do Jaburu, no dia 07 de março.

 

O empresário depôs por quase três horas na sede da PGR em Brasília.

 

Nesta sexta-feira (8), deve ser ouvido o depoimento do ex-procurador Marcello Miller, suspeito de ter atuado para beneficiar a JBS na elaboração das cláusulas do acordo. Janot só deve bater o martelo sobre a data do pedido de prisão depois de todos apresentarem suas versões.

 

Fonte: Ceará News7

Comentários