Se não houver recarga, Açude Cachoeira estará seco em dezembro de 2016, aponta relatório da Cogerh

PUBLICIDADE
20 mar 2015
Prefeito Adailton Macedo em entrevista ao Jornal da Sol Nascente. FOTO: DANILO FREIRE

Prefeito Adailton Macedo em entrevista ao Jornal da Sol Nascente. FOTO: DANILO FREIRE

Um dado alarmante sobre a situação hídrica no município de Aurora, provocado pela crescente estiagem; deixa aurorenses cada vez mais preocupados. O alerta foi feito na edição desta sexta-feira (20) do “Jornal da Sol Nascente”, pelo prefeito Adailton Macedo, que divulgou um prognóstico elaborado pela Cogerh.

 

Segundo a previsão da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos, com o volume atualmente armazenado, que é de 28,38%, se não houver recarga por meio de chuvas, em janeiro de 2017 o Açude Cachoeira alcançará 0,0% de sua capacidade, ou seja, estará completamente seco.

 

Para tanto, o prefeito Adailton Macedo entregou na última quinta-feira, na cidade de Brejo Santo, um ofício ao governador do estado Camilo Santana, solicitando urgentemente a construção de uma adutora para bombear a água que abastece a sede do município, uma vez esta corre a céu aberto, por cerca de três quilômetros até alcançar o trecho canalizado.

 

COGERH

De acordo com a Cogerh, o volume atualmente de armazenamento do Açude Cachoeira é de 28,38%.

 

Além desta medida, outra citada por Adailton Macedo deve ser adotada pela Cagece, empresa prestadora dos serviços de abastecimento no município. Segundo o gestor, a companhia de Água e Esgoto do Ceará tem potencializado grande desperdício d’água por conta de frequentes vazamentos na sua rede.

 

Da Redação AC

Comentários