Sefaz afasta fiscais suspeitos de aceitar propina de traficantes no Ceará

Sefaz afasta fiscais suspeitos de aceitar propina de traficantes no Ceará

PUBLICIDADE
20 dez 2014

A Secretaria da Fazenda do Ceará anunciou nesta sexta-feira (19) que afastou os servidores suspeitos de envolvimento com traficantes de drogas no estado. Segundo a Polícia Federal, fiscais da receita detectaram uma carga de 2,5 toneladas de drogas que chegava ao estado e liberaram o produto após pagamento de propina.

 

Ainda de acordo com a secretaria, os funcionários terceirizados também suspeitos de envolvimento no esquema de tráfico de drogas estão em processo de demissão. “A Secretaria da Fazenda aguarda agora a conclusão dos procedimentos disciplinares, instaurados na Corregedoria Fazendária, para que, ao final das investigações, possa encaminhar os respectivos processos a Procuradoria Geral do Estado”, diz a Secrearia da Fazenda, em nota.

 

A Polícia Federal cumpriu oito mandados de busca e apreensão nesta sexta-feira, na Operação Publicanos, que investiga suposta associação criminosa de auditores da Secretaria da Fazenda (Sefaz-CE) e traficantes de drogas.

 

De acordo com a Polícia Federal, os mandados são cumpridos em Aracati, Fortaleza e Mossoró (RN). Além disso, foi dado cumprimento à determinação judicial de afastamento do exercício das funções do auditor administrador do posto fiscal e de um servidor terceirizado.

 

A operação foi realizada de forma conjunta entre a Polícia Federal a Secretaria da Fazenda “no sentido de colaborar com o compartilhamento das informações necessárias para o sucesso do procedimento investigatório”, diz a Sefaz.

 

Apreensão

 

Conforme a PF, as investigações foram iniciadas no mês de setembro deste ano, após a apreensão de 2,5 toneladas de maconha em um esquema de tráfico internacional de drogas. A carga teria sido detectada por auditores fiscais e liberada após pagamento de valores.

 

G1 CE

Comentários