Segunda dose da vacina contra HPV deve imunizar 257 mil meninas no Ceará

PUBLICIDADE
2 set 2014
Foto: Diário do Nordeste

Foto: Diário do Nordeste

A segunda dose da vacina contra o vírus HPV começou a ser aplicada nesta segunda-feira (1º). De acordo com o Ministério da Saúde, a meta é vacinar 257 mil meninas entre 11 e 13 anos no Ceará. Para atingir a demanda, o Estado recebeu 270 mil doses do medicamento, que deve ser tomada 6 meses após a primeira e é fundamental para garantir a imunização contra o vírus.

 

A vacina começou a ser ofertada no Sistema Único de Saúde (Sus) no dia 10 de março deste ano. Em 6 meses, 4,3 milhões de meninas foram vacinadas, atingindo 87,3% do público-alvo. A meta no País é imunizar 80% das 4,9 milhões de meninas entre 11 e 13 anos. A primeira etapa da vacinação alcançou a meta em todos os estados.

 

Segundo o Ministério da Saúde, é recomendável que os municípios repitam a estratégia da primeira fase da campanha quando as vacinas ocorreram nas escolas. A imunização também está disponível nos postos de saúde, incluindo a primeira dose. Já para receber a segunda dose, a população precisa apresentar o cartão de vacinação ou documento de identificação.

 

Cada adolescente deverá tomar três doses para completar a proteção, sendo a terceira, de reforço, cinco anos após a primeira dose. Neste ano, serão vacinadas as adolescentes do primeiro grupo (11 a 13 anos). Em 2015, a vacina passa a ser oferecida para as adolescentes de 9 a 11 anos e, em 2016, às meninas de 9 anos.

 

A vacina contra HPV protege mulheres que ainda não iniciaram a vida sexual e, por isso, não tiveram nenhum contato com o vírus. Ela é utilizada como estratégia de saúde pública em 51 países, por meio de programas nacionais de imunização. Estimativas indicam que, até 2013, foram distribuídas cerca de 175 milhões de doses da vacina em todo o mundo.

 

Diário do Nordeste

 

Comentários