Seleção Brasileira avança à semifinal, mas perde Neymar para o resto da Copa

PUBLICIDADE
5 jul 2014
Thiago Silva precisará cumprir suspensão contra a Alemanha, mas fez um gol e teve a sua redenção. (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Thiago Silva precisará cumprir suspensão contra a Alemanha, mas fez um gol e teve a sua redenção. (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Se não chegou a jogar por música, foi a Seleção Brasileira que ditou o ritmo da partida contra a Colômbia no final da tarde desta sexta-feira, no Castelão. O time do técnico Luiz Felipe Scolari impediu o adversário sul-americano de comemorar mais uma vitória com danças à beira do campo, como tem feito em toda a Copa do Mundo. Garantiu o 2 a 1 no placar com gols dos zagueiros Thiago Silva e David Luiz, para arrancar lágrimas de alegria da torcida local e confirmar a vaga na semifinal contra a Alemanha. O artilheiro James Rodríguez descontou, de pênalti.

 

Jogador mais criticado por chorar com as emoções da dramática classificação contra o Chile, coube justamente a Thiago Silva completar uma cobrança de escanteio de Neymar no princípio do primeiro tempo e abrir o marcador. A jogada deu paz para a Seleção Brasileira controlar a partida contra a Colômbia e ampliar no segundo tempo, através de falta cobrada por David Luiz, pouco depois de a arbitragem anular um gol de Mario Yepes por impedimento. Os colombianos até esboçaram uma reação com o pênalti batido por James, mas não produziram o suficiente para forçar a prorrogação.

 

A Seleção Brasileira, no entanto, não deixou de ter uma grande razão para lamentação. Aos 42 minutos do segundo tempo, Neymar sofreu uma joelhada nas costas, de Zúñiga, e saiu de campo direto para um hospital de Fortaleza. Lá, foi confirmado que o principal atleta de Felipão sofreu uma fratura na terceira vértebra e perderá o restante da Copa do Mundo.

Fonte: Gazeta Esportiva.net

Comentários